Uma delícia que não pode faltar na Páscoa

Uma delícia que não pode faltar na Páscoa

 

Norueguês ou português, o bacalhau cada vez mais vem se incorporando na mesa dos brasileiros. Antes, restrito às festas de fim de ano, o bacalhau hoje está cada vez mais presente nas comemorações da páscoa.

  Procurando preço

Rene Rodrigues Araújo, 52 anos, aposentado – “Faço salada ou bolinho. O preço está bem alto, salgado. Fizemos, eu e minha esposa Silvana, uma pesquisa de preço, onde estiver mais barato, a gente pega. A Banca 26 está com preço melhor. A qualidade do bacalhau está muito boa. A páscoa na infância era com aqueles ovinhos de galinha recheados que a gente ganhava. É uma data importante, um momento em que a família se reúne e festeja, almoça junto, é sempre assim”.

 

 

Preparando o bacalhau

Roberto Suage, 49 anos, comerciante – “O motivo da compra é que na época de páscoa nossa família come bacalhau. Nós preparamos com batata. Ele é cozido e depois assado no forno com batata, para dar uma coradinha nele. Todo ano eu venho no Mercado comprar bacalhau. Esse ano os preços estão parecidos com os do ano passado, acho que não houve alteração. Venho comprar um pouco antes para não pegar aquele aumento de preço quando está mais próximo da páscoa. Além de ser uma festa religiosa, na páscoa a gente tem o costume de reunir a família e meditar o que se passou no ano e aquela coisa toda. Na minha infância, o que eu me lembro da páscoa, além de ir à missa, de domingo de páscoa, a gente procurava os coelhinhos perdidos no pátio de casa. Mantive em casa essa tradição, quando os filhos eram pequenos”.

                                                                                                                                                       Fotos: Gabriel Pereira dos Reis

COMENTÁRIOS