Um roteiro para as suas compras de Páscoa no Mercado Público

SERVIÇO

Um roteiro para as suas compras de Páscoa no Mercado Público

 

Tradicional ponto de referência da Páscoa, o Mercado Público tem muitas bancas à disposição dos seus clientes. Tanto para comprar para a família, presentear ou para fazer em casa, com uma renda extra. Antecipe-se nas compras, porque o movimento é grande. Veja aqui o caminho do coelhinho:

 

    Comercial Martini: do papel de embrulho ao chocolate

    Tradicional banca do Mercado, vende materiais para fazer a sua Páscoa em casa, do papel de embrulho ao chocolate. Oferece uma linha completa de chocolate, que vai desde os que têm gordura fracionada aos com manteiga de cacau. A novidade para a Páscoa são os chocolates com cacau orgânico, para derretimento. Adriana Kauer, proprietária, explica: A banca também vende biscuits comestíveis e os brindes que acompanham os ovos. Os clientes que tem interesse são encaminhados para cursos e oficinas oferecidos pelos parceiros da loja.

 

    Armazém 155: preços mais em conta

    Aqui são encontráveis fôrmas para chocolate, chocolates, papéis para envolver, inclusive envelopes prontos (mais práticos), flocos de arroz para deixar o chocolate crocante, essências para dar sabor e muita variedade. A maioria dos clientes faz para vender, principalmente famílias de baixa renda. O preço sai mais em conta do que comprar um ovo pronto no super. Por exemplo, uma barra de chocolate, fôrmas, papéis, custam R$ 30, produzindo 10 ovos. A banca também orienta como fazer os produtos e também tem cestas de EVA, de vime, bombons, ovos e guloseimas.

 

    Armazém do Mercado: ingredientes à espera da sua criatividade

    A banca vende de tudo para a Páscoa, desde barras de chocolate para derreter e fazer o chocolate, e todos os complementos. Para o recheio os ingredientes variam: podem ser flocos de arroz, castanha de caju, amendoim, nozes. O Armazém também disponibiliza fôrmas para moldar ovinhos, coelhinho, qualquer tipo de fôrma que for preciso, e todos os papéis para embalagem, seja interno ou externo, dependendo da criatividade de cada confeiteira. E mais: cestinhas de vime, de EVA, papel celofane, palhinha e vários tipos de chocolate, Garoto, Nestlé, Harald, Norcau.

 

    Martini 141

    Tem tudo para fazer chocolate em casa, diz André Kauer, já quase com 30 anos de Mercado: chocolate, fita, papel. São dois momentos, frisa ele. Tanto para fazer em casa como fonte de renda, ou fazer presente – lembrando que chocolate artesanal vem crescendo muito, principalmente nesta época em que aumenta bastante a procura por produtos e ingredientes. Os preços, como na maioria das bancas do Mercado, são mais baixos e atrativos em relação ao supermercado, por exemplo. Mas ele acha que hoje todo mundo pesquisa os preços. Por isto, o diferencial da banca é buscar qualidade e atendimento. A banca atende no horário comercial do Mercado e aceita cartões.

 

    Mercado Doce: chocolates artesanais como um dos diferenciais

    Tem miudezas de todos os tipos para enfeitar o ninho, ovos de diversos tamanhos e marcas, como os chocolates de Gramado. A banca oferece coelhos e ovinhos de marzipã, ovos de açúcar e guloseimas como bala, bombom, pirulito e biscoitos para encher as cestas de Páscoa, que também são vendidas na loja. Jane Vieira, sócia-proprietária, diz que um dos diferenciais são os chocolates artesanais, só encontrados no Mercado Doce. “É um chocolate artesanal produzido lá mesmo, na fábrica. E não são só ovos, tem coisas bem diferenciadas”. Outra exclusividade do Mercado Doce são os pães de mel de Páscoa.

 

    Armazem Doce: grande variedade de marcas de chocolate

    O Armazém oferece produtos prontos para presentear: ovos, coelhos, caixas de bombons, cestas prontas e produtos para montar a própria cesta, como balas, ovinhos e bombons. A banca tem cerca de sete variedades de marcas de chocolate, incluindo os ovos de Gramado. Oferece também cestas prontas, que vão de R$ 4 a R$ 40, e para as crianças existem as cestas temáticas, como as da Hello Kitty e do Ben 10. Segundo Fernando Gomes, funcionário do Armazém, o diferencial é a “qualidade no atendimento e o preço”.

 

    Associação POA Solidária: artesanato e produtos de Páscoa em EVA

    A loja trabalha com artesãos em forma de cooperativa. Tem diversos produtos e profissionais que trabalham com E.V.A.  “Eles fazem sempre aquela produção da Páscoa para o pessoal colocar dentro da cestinha de coelhos. Tem gente que vai trazer guirlandas de coelho, para enfeitar”, diz Marli Costa, atendente da loja.  Ângela Cristina Alves da Silva, uma das artesãs, trabalha com motivos de Páscoa em EVA, produzindo palitos para enfeitar cestas e vasos, ímãs de geladeira, marca-páginas, ponteira de lápis, enfeite de porta, tudo com o tema Páscoa, a maior parte em formato de coelhos. A maior parte da clientela da loja é de turistas.

 

    Cozinha do Confeiteiro: cursos para fazer todas as delícias

    A Cozinha do Confeiteiro é um sucesso com cursos de confeitos, doces ou salgados. Temáticos e rápidos, duram apenas três horas, custando entre 14 a 30 reais. Ideais para esta época de Páscoa para quem quer aprender técnicas de derretimento de chocolate, de fazer ovos, de decoração e de embalagem. E não é só chocolate: pode-se fazer muitas outras coisas, como tortas, salgados recheados. Diz Letícia Sampaio Longaray, gerente, que o curso específico desta época é sobre ovos. “Ovos simples, trufados, bem decorados. Trabalhamos também com bombons, trufas e com a parte do recheio. Também ensinamos a fazer bombons diferentes, não só naquele formato tradicional”.

 

    Gueno: embalagens de encher os olhos

    Assim como outras bancas, a Gueno tem fôrmas, chocolate, embalagens em geral, forminhas para fazer ovo, coelho, embalagem para embalar os bombons, palha, cestas, os produtos mais procurados. “Temos embalagens diferenciadas, que o cliente pode chegar e encher os olhos com diversidades delas, tem o desenho do coelhinho para embutir o ovo pronto nele. E o diferencial também que é o atendimento, que é importante”, diz o gerente Vladimir da Silva Costa.

COMENTÁRIOS