Theatro São Pedro

 

Foto: Evandro Oliveira/ PMPA

 

Durante a época Brasil Colônia, Porto Alegre foi presenteada com um dos seus maiores pontos turísticos: o Theatro São Pedro. Através dos anos, o local passou por dificuldades, porém, na década de 1980, tornou-se uma fundação. O espaço é uma verdadeira fonte cultural.

Em 1833, foi doado pelo então presidente da província Manoel Antônio Galvão um grande terreno situado na praça municipal, região central da cidade. Com arquitetura neoclássica, o prédio do Theatro foi erguido e sua inauguração aconteceu em 27 de junho de 1858. Apenas em 1962 tornou-se patrimônio público. A criação do Theatro se deu a fim de receber manifestações artísticas e cultuais. Aos poucos, incentivou fortemente a cidade nesse meio artístico e até hoje possui grande influência sociocultural. Após alguns anos de espetáculo, em 1973 o patrimônio se encontrava em um estado precário e acabou sendo fechado. Alguns anos depois, em 1975, a reforma começou, sob a coordenação da empreendedora cultural e atual presidente da Fundação Theatro São Pedro, Eva Sopher. Depois de um longo período em obras, a reinauguração finalmente aconteceu em agosto de 1984, com uma nova administração feita pela Fundação Theatro São Pedro, criada desde em 1982. A reabertura foi marcada pelo teatro de bonecos “O julgamento do cupim”, o musical “Piaf” e a apresentação da Orquestra Sinfônica Brasileira.

Com o passar dos anos, a coleção de fama e prestígio foram aumentados. O tempo exigiu que mais reformas fossem feitas. Em 2002, iniciou o Multipalco, projeto que visa ampliar seu espaço formando complexos culturais, que oferece teatro italiano, teatro oficina, concha acústica, sala para corpo de baile, para orquestra e naipes, além de sala para entrevistas coletivas, ensaios e reuniões. Há também restaurante, cafeteria, bar, quatro lojas e estacionamento.

Além do Multiplaco, também foi criado o Memorial Theatro São Pedro, em 2008, onde é possível conhecer a história do local através de fotografias e registros jornalísticos. O espaço foi criado pelo grupo RBS e se encontra no subsolo da edificação.  O Theatro conta ainda com a Associação dos Amigos de Theatro São Pedro e com uma Orquestra de Câmara.

Os 100 anos foram marcados por inúmeros espetáculos e presenças ilustres, como a atriz Fernanda Montenegro e o pianista Arthur Rubinstein, que fazem parte de sua história. Hoje é considerado um dos maiores complexos culturais da América Latina, com espaço de mais de 25 mil m².

O Theatro São Pedro fica na Praça Marechal Deodoro, s/n°, no Centro Histórico. Os horários de espetáculos e outras informações podem ser conferidos através do site: teatrosaopedro.com.br

COMENTÁRIOS