Senadora Ana Amélia Lemos “O Mercado é a identidade de Porto Alegre”

Senadora Ana Amélia Lemos

“O Mercado é a identidade de Porto Alegre”

 

Durante a última campanha política para a prefeitura de Porto Alegre, encontramos a senadora no Mercado Público. Com uma longa relação com o centro de Porto Alegre, que frequentava desde criança, no tempo dos bondes, Ana Amélia fez muitos elogios ao Mercado e algumas observações críticas também.

Quando eu morava em Porto Alegre e trabalhava no Centro, nos anos 70, o Mercado era minha rota, uma passagem obrigatória. Então eu passava na nossa famosa Banca 40, com a salada de frutas no verão e as coisas boas do inverno, os doces cristalizados e a erva do chimarrão. O bom foi que o Mercado Público, que já era uma referência para a cidade, hoje, com a reforma, ficou melhor ainda na sua estrutura, acolhedor. Mas hoje o que eu sinto, com as pessoas com quem estive conversando e que aqui trabalham, é que tem vários problemas a serem resolvidos, inadiáveis e emergenciais. Como os banheiros para os funcionários, para as artesãs da economia solidária, o que mais foi reclamado para mim. Além de goteiras, com as chuvas, são problemas que tem que se estar sempre atendendo. No mais, acho que é um espaço maravilhoso de identidade com Porto Alegre. Tem os restaurantes, lojas onde se ouve o canto dos pássaros, plantas, cheiro de peixe, tudo isso é uma identidade.

 

Mercados do mundo

 

Quando eu viajo, sempre visito os mercado nos lugares onde vou. Tem um mercado muito bonito lá em Barcelona, o San José, e o San Miguel, de Madrid, que também foi restaurado agora. O mercado de Florianópolis, com o famoso Box 32. Em qualquer lugar que eu vou sempre procuro visitar, porque um mercado sempre tem um pouco do retrato de como as pessoas vivem, como se alimentam. Ele é tudo, um cartão postal de uma cidade, mas acho que ele (o nosso) pode ser mais e melhor aproveitado, ampliando o espaço, deixando a feira permanentemente, tendo mais as apresentações, valorizando a parte superior. O mercado de São Paulo é uma coisa extraordinária, milhares de pessoas vão lá, é um ponto de referência, um ponto de visitação. E eu queria que o Mercado Público também fosse – ele é, mas tem muitas coisas a serem melhoradas. A questão dos sanitários é fundamental, principalmente para as pessoas que trabalham aqui. Acho que dá para fazer um trabalho que pode humanizar mais o Mercado, principalmente para as pessoas que convivem aqui dentro.

 

Foto: Letícia Garcia

COMENTÁRIOS