HomeEspecial

Saudáveis especiarias de Natal

ESPECIAL DE NATAL, Encontre no Mercado

 

Durante todo o ano o Mercado Público abastece os paladares mais exigentes, em busca das suas divinas e refinadas especiarias. No Natal, mais ainda. Confira aqui este relação de delícias que fazem as festas dos clientes do Mercado ainda mais gostosas.

Alcaparra, contêm vitamina C, sais minerais, fibras vegetais e pigmentos. O seu princípio ativo mais importante é o ácido cáprico, um estimulante do apetite, além
de auxiliar a digestão e ter ação diurética.

Amêndoa, boa fonte de cobre, cálcio, fósforo e ferro. O fósforo integra a estrutura dos ossos e dentes, dando-lhe maior solidez, participa ativamente do metabolismo dos carboidratos, atua também na contração muscular. É também uma ótima fonte de vitamina E e vitamina B1.

Aspargo, fornece nutrientes essenciais para a nossa saúde. Sem gorduras e colesterol, além de ser uma boa fonte de proteína vegetal. Contêm vitamina A, B, C, cálcio e ferro. Depois do suco de laranja, ele é tido como a melhor fonte de ácido fólico, conhecido por diminuir os riscos de doenças do coração, câncer de cólon, doenças do fígado e da espinha. Rico ainda em sais minerais, potássio e muitos micronutrientes. De acordo com o Instituto Nacional do Câncer, os aspargos também contêm uma alta quantidade de glutadina, um dos maiores combatentes desta doença, além de possuírem propriedades anti-virais. Pesquisas nutricionais demonstraram que a glutadina é o agente mais eficaz de desintoxicação no corpo humano.

Avelã, na lista de seus componentes benéficos entram vitamina E, cálcio, fósforo, além de conter uma boa quantidade de gordura mono-insaturada. Existem estudos científicos que comprovam que a vitamina E pode reduzir o risco da doença de Alzheimer. As gorduras monoinsaturadas presentes, também são uma vantagem e tanto. Elas reduzem o nível do colesterol ruim (LDL) aumentam o colesterol do bem (HDL), responsável por limpar as artérias. Diminuindo assim os riscos de uma doença cardíaca.

Azeitona Preta, a azeitona possui diversos minerais como fósforo, cálcio, potássio, magnésio, enxofre, cloro, ferro, cobre, manganês e sódio e também vitaminas como a vitamina B1 (tiamina), B2 (riboflavina), B3 (niacina), vitamina B6 (piridoxina), vitamina B12 (cianocobalamina), vitamina E e carotenóides. A Azeitona verde é adstringente, ao passo que a preta laxativa.

Azeite, rico em vitamina E, antioxidante, combatendo os famosos radicais livres. A maior parte dos ácidos graxos presentes no azeite de oliva são os insaturados, destes, cerca de 56 a 83% são ácidos graxos do tipo oléico. Tal característica é que faz o azeite de oliva ser único, pois nenhum outro óleo vegetal apresenta tanto conteúdo de monoinsaturados. Outras propriedades aumentam o HDL (“bom colesterol”) e baixam o LDL (“mau colestrol”), evitando infartos e derrames.

Castanha do Pará, muito rica em nutrientes. Na lista de seus componentes benéficos entram fibras, proteína, cálcio, ferro, potássio, zinco, selênio, vitamina E, ácido fólico, além de conter gordura mono-insaturada, componentes anti-oxidantes e nutrientes fundamentais para o bom funcionamento cerebral. Além de atuar no metabolismo de calorias (atuando na tiróide), previne tumores e fortalece o sistema imunológico. O zinco é fundamental na produção de glóbulos brancos. O magnésio, ajuda a controlar a pressão e a reduzir sintomas da tensão prémenstrual. As gorduras monoinsaturadas presentes nesses alimentos limpam as artérias e diminuem os riscos de doenças cardíacas. O potássio atua na regulação osmótica das células e equilíbrio hídrico do organismo e atua na transmissão nervosa, na tonicidade muscular, na função renal e na contração muscular cardíaca.

Cogumelo, dentre os cogumelos comestíveis encontramos carboidratos, proteínas, vitaminase minerais. Possuem quantidade pequena de gordura e por isso podem participar da alimentação de quem deseja eliminar peso. Com relação às vitaminas, eles fornecem: vitamina B1 (tiamina), B2 (riboflavina), B3 (niacina), vitamina C (ácido ascórbico) e vitamina D. Entre os minerais podemos citar: cálcio, potássio, sódio e fósforo.

Tâmara, boa fonte de ferro, viatmina B6 (niacina) e fibra alimentar, além de ter cerca de 60% de teor de açúcar. O ferro é essencial para a formação da hemoglobina. A baixa ingestão de ferro pode ocasionar a anemia ferropriva, diminuindo assim o nível de hemoglobina no sangue, levando a pessoa ter dificuldade de respirar em virtude da menor quantidade de hemoglobina para carregar o oxigênio para as células do corpo. A deficiência de ferro é a causa mais comum de anemia nutricional no homem.

 

 

Frutas secas: saúde e beleza na mesa

Damasco, possui fibras, vitaminas A, C e E, além de minerais como ferro e potássio. Rico em fibras, contém propriedades laxantes, e apresenta fácil digestão. A vitamina A exerce numerosas funções importantes no organismo. A deficiência de vitamina A interfere na visão.

Nozes, ricas em diversos nutrientes. Na lista de seus componentes benéficos entram vitamina E, em magnésio, principalmente. Estudos científicos comprovam que a vitamina E pode reduzir o risco da doença de Alzheimer. Tam   bém é ótima para o coração.

Passa de Uva, possui vitamina B1 (tiamina), que mantém as funções intelectuais. Indicada para problemas digestivos, hepáticos e taquicardia. Também possui vitamina B6 (piridoxina), que protegem a pele, cabelo e a manutenção geral da saúde. As fibras auxiliam no bom funcionamento do intestino. As uvas de cor vermelha/roxa possuem resveratrol que diminuem os níveis lipídicos de LDL (mal colesterol) e aumentando o HDL (bom colesterol), prevenindo a obstrução das artérias

Pistache, pistache é rico em cálcio, potássio, fósforo, magnésio, vitaminas A, B1 (tiamina), B2 (riboflavina) e B3 (niacina), importantes na regulação osmótica das células e equilíbrio hídrico do organismo. Atuam na transmissão nervosa, tonicidade muscular, função renal e na contração muscular cardíaca, em diversos processos metabólicos e também na regulação do metabolismo dos carboidratos.

Tomate Seco, possui alto teor de carotenóides, pigmentos naturais responsáveis pela coloração das frutas e hortaliças. Quanto mais maduros e vermelhos, maior o teor de licopeno. Pesquisas demonstram que o consumo de tomate pode reduzir em cerca de 50% o risco de câncer de próstata, câncer de esôfago, mama, pulmão e pele. Atua como antioxidante, combatendo os radicais livres.

COMMENTS