Roteiro com a chef

Roteiro com a chef

 

            Com uma relação com o Mercado que vem da infância, Letícia conhece bem suas bancas e seus meandros. Desde os tempos em que o tio tinha restaurante, ela vinha muito cedo comprar peixe, principalmente – e sempre de bom humor. “Gosto daquela movimentação de pessoas trabalhando cedo da manhã”, diz. E não esquece dos passeios, na infância, para comer banana split com sorvete na Banca 40, trazida pelos pais. “Isto faz parte do imaginário de todo porto-alegrense”, afirma. Com toda essa intimidade, percorreu facilmente algumas bancas em busca dos ingredientes para suas receitas e para a montagem da cesta de Natal.

 

Cachaçaria do Mercado – Primeira parada para comprar uma cachaça orgânica. A escolhida: Cachaça Velho Alambique Santa Tereza.

 

Empório 38 – Aqui a nossa chef comprou azeite de oliva, azeitonas pretas e suco de uva, orgânico e elaborado com uvas Bordeaux.

 

Banca 43 – Parada para comprar a maior parte dos ingredientes para a cesta de Natal. Nozes, figo cristalizado, laranjinha, castanha do Pará, abacaxi cristalizado, cidra cristalizada, coco, damasco, tâmara, nozes, amêndoas e pera desidratada. “Toda a variedade de frutas secas que faz parte da nossa tradicional ceia de Natal”, para complementar as farofas, arroz à grega. Na 43 ela também encontrou frutas secas, como ameixas e uva passa para os doces, para o panetone de bacalhau e pão de mel.

 

Banca 26 – Foi a banca escolhida para comprar o bacalhau, que ela recomenda que tenha que ser dessalgado de dois a três dias, preferencialmente, antes do preparo. “Se comprar em lascas, a dessalga é mais rápida, um dia. O importante é não retirar totalmente o sal, ficando com o gosto da cura que foi feita”, ensina.

 

Bancas 10 e 11 – Tradicionais e completas bancas de verduras e frutas, principalmente. Parada obrigatória para a compra de maçã verde e abacaxi verde, frutas com abundância de pectina, uma substância essencial para dar consistência e textura nas geleias.

 

Gueno – Local escolhido por Letícia para comprar os acessórios – forminhas de bolo inglês para assar o pão de mel, em formatos e tamanhos diferentes. “Escolhi a mais clássica, de alumínio, que as doceiras usam”, informa. Na banca ela comprou também fitilhas e saquinhos transparentes para colocar as frutas secas.

 

Armazém do Mercado – Tradicional bancas de ingredientes e artigos para confeitos, no Armazém foi onde a chef encontrou a cesta e o celofane .

 

OUTRAS BANCAS

Além das visitadas pela chef Letícia Silva, você também encontra os ingredientes das receitas nas seguintes bancas:

 

Armazéns e fiambrerias – Armazém 28, Armazém 155, Armazém do Confeiteiro, Armazém Doce, Armazém Metropolitano, Banca 12, Banca 17, Banca 47, Banca 48 Carel, Banca Central, Banca do Holandês, Comercial Martini, Confeitaria Martini, Mercado Doce.

 

Peixarias – Collar, Coopeixe, Duporto, Japesca, Propesca, Rainha do Mar, São Lourenço.

 

Foto: Greice Campos

COMENTÁRIOS