HomeEspecial

Ração Humana, mais que moda, é saúde

A nova sensação entre os adeptos de alimentos naturais está cada vez mais difundida e procurada: a ração humana. Nas bancas do Mercado Público ela é a grande novidade. Além da grande rotatividade dos produtos, com reposições quase que diárias, mantendo a qualidade dos produtos, as opções de compras são maiores, com o grande número de bancas. Trata-se de um composto com diversos (de 11 a 13) tipos de ingredientes, todos muito ricos em fibras. Entre suas grandes qualidade estão a de controlar o colesterol e diabetes, aumentar a resistência orgânica, regular o intestino e ajudar na desintoxicação do organismo.

 

Trabalhando desde 2001 com produto naturais, Neli Costa, proprietária do Armazém Metropolitano é taxativa: “Houve uma explosão depois de várias reportagens que saíram na mídia. A ração humana é muito bem aceita e realmente funciona, se a pessoa fizer como sugere na embalagem”. Após a gravidez, tornou-se usuária da novidade. Neli informa que a ração serve pra várias coisas. “Primeiramente para quem quer perder peso. Depois ela é boa para o colesterol. O recomendável é substituir uma refeição”, orienta, lembrando que no Mercado, por vender produtos à granel, fica bem fácil fazer sua própria ração humana. “A gente monta na balança na hora, item por item, podendo deixar alguns produtos de fora”, informa. Para ela o importante é deixar o cliente satisfeito. “A ração humana tradicional é a com 11 produtos. Mas hoje o pessoal acrescenta outros produtos. Em valores ela varia entre 12 a 20 reais durante um mês de consumo, dependendo dos produtos que a pessoa querer. Com certeza no Mercado é mais barato”, garante ela.

A novidade que veio para ficar

Cleir Prado escolhendo a sua Ração Humana

Entre os novos adeptos está Cleir Del Monte Prado, funcionária de uma farmácia de manipulação. “Eu vi uma entrevista na televisão, falando da ração, que tem várias vitaminas, é bem completa. Então resolvi experimentar. Procuro para suporte nutricional”, informa. Cliente há muitos anos do Mercado, Cleir afirma que nele encontra tudo para a sua alimentação. Já Derli José Valgoi vem trabalhando há 10 meses com a ração humana. A sua empresa buscou esse ramo devido a pesquisas e informações que saíram sobre o produto. “Depois da reportagem no Globo Repórter teve uma explosão de venda”, afirma ele. O processo é simples, informa. “Os produtos veem em grão, a gente moe ela, mistura e depois embala.” Ele também informa que a durabilidade da ração de saquinho é de 6 meses e a de pote é de um ano, porque o produto não tem nada de conservantes, sendo tudo natural. Ele também aconselha os consumidores a guardar o produto na geladeira. A boa novidade (para quem quer emagrecer) é que, segundo o vendedor, substituindo o café ou janta, a ração humana já funciona como um emagrecedor. E garante: “Tomou um copo, tu se sentes satisfeito. Até dá energia!”. Ele avisa que tem ainda a ração diet, sem pó de guaraná, sem açúcar mascavo e sem cacau. E conclui dizendo que a ração humana veio para ficar. “Todos que tomam estão satisfeitos, deixa o organismo regulado.”

Os ingredientes da ração humana

Aveia em flocos
Suas proteínas, fibras, vitaminas e minerais saciam a fome, melhoram o trânsito intestinal e inibem a absorção de gordura pelo organismo.
Linhaça marrom
Rica em ácidos graxos essenciais (gorduras boas), principalmente ômega 3, baixa os níveis de colesterol ruim do sangue.
Levedo de cerveja
Composto de vitamina B, manganês, cromo e fósforo, repõe sais minerais e vitaminas, fortalecendo o sistema imunológico.
Guaraná em pó
A cafeína estimula o sistema nervoso central, melhora a capacidade de raciocínio e combate o cansaço físico e mental.

Gérmem de trigo
Fonte natural de sais minerais, proteínas e vitaminas E, B e K, desintoxica o organismo e deixa o corpo mais disposto.
Açúcar mascavo
Obtido por meio de evaporação do caldo de cana, sem processo de refino, contém cálcio, ferro, potássio, vitaminas e sais minerais.
Gergelim com casca
Poderosa fonte de cálcio, ameniza os efeitos do estresse e melhora o raciocínio.
Fibra de trigo
O processo de moagem da película externa do trigo mantém as proteínas, fibras e ferro que aceleram o metabolismo.
Gelatina
É em geral de origem bovina. Ela ajuda a manter a sensação de saciedade por mais tempo.
Cacau
Com pouco açúcar e rico em sais minerais, como ferro, magnésio, potássio e fósforo, estimula a produção de serotonina, hormônio do bem-estar.
Leite de soja em pó
Feito a partir da soja, é de fácil digestão, pouco calórico, não contém colesterol e possui menos gordura que de

leite de vaca.

 

COMMENTS