Programação da 2ª Semana do Patrimônio Cultural

A Secretaria Municipal de Cultural de Porto Alegre promove a 2ª Semana do Patrimônio Cultura. Serão realizadas mais 20 atividades gratuitas, de 24 de novembro até 1º de dezembro.  O objetivo do evento é marcar a importância do Patrimônio Cultural e também oportunizar o reconhecimento da cidade a partir do olhar diferenciado da história e memória. A organização é do Centro de Pesquisa Histórica da Coordenação da Memória Cultural, articulado com o Museu de Porto Alegre Joaquim Felizardo, Arquivo Histórico Moysés Vellinho, PAC Cidades Históricas, EPAHC, Coordenação de Artes Plásticas e Cinemateca Capitólio.

 

Programação

Sábado, 24

10h – Viva Porto Alegre a Pé Especial Cidade Baixa

Neste roteiro especial para a Semana do Patrimônio Cultural, será mostrado aos participantes um bairro com significativa história e patrimônio.

A Cidade Baixa é assim denominada por ser a parte mais baixa da ocupação antiga da cidade, contrapondo ao centro, que era a Cidade Alta. Local das antigas olarias, da ilhota, que não existe mais, dos carnavais de rua, é o hoje o bairro boêmio por excelência de Porto Alegre pela concentração de bares, restaurantes e casas noturnas. Além disso espaços culturais como cinemas, teatros, livrarias, museu, galerias de arte, antiquários, briques e brechós animam o bairro. Os casarios em diversas ruas, seja de casinhas de porta-e-janela seja de sobrados ecléticos, aliados à vida diuturna, conferem à paisagem valores materiais e imateriais que só a Cidade Baixa tem.

Orientam a caminhada,  Ana Margarida da Fontoura Xavier, arquiteta, artista plástica, especialista em Patrimônio Cultural em Centros Urbanos pela UFRGS e servidora aposentada da SMC. Naiana Maura John, arquiteta, mestre em Planejamento Urbano e Regional pelo PROPUR/UFRGS, especialista pelo Programa de Especialização em Patrimônio/IPHAN.

O encontro será em  frente ao Centro Comercial Olaria, Rua General Lima e Silva, 776 e limitado ao número de 50 participantes. Em caso de chuva o evento será cancelado.

 

14h- Caminhos da Matriz – Cúria Metropolitana, Catedral Metropolitana e Solar dos Câmara

Ponto de encontro – Monumento a Júlio de Castilhos na Praça da Matriz.

Roteiro: Visita orientada à Cúria e Catedral Metropolitana e ao Solar dos Câmara.

Orientação: Vanessa Campos, historiadora e arquivista,e Caroline Zuchetti, museóloga, os servidores Elenice Mello, Paulo Ricardo Langsch e Edilson Nabarro.

Sem inscrições. Em caso de chuva o evento será cancelado.

 

Domingo,  25

10h – Viva o Centro a Pé Especial Rua Voluntários da Pátria

A extensa Rua Voluntários da Pátria inicia no Centro da cidade e vai até o Bairro Navegantes. No século XVIII, a via margeava o Lago Guaíba e além de ser um local de passeio com frondosas árvores no seu caminho, apresentava trapiches para o desembarque de mercadorias; no decorrer do século XIX recebeu os edifícios ecléticos que abrigavam tradicionais fábricas com suas chaminés e casas comerciais, algumas presentes até os dias atuais, como a Ferragem Gehardt e o Edifício Ely; a partir do século XX passou a concentrar um misto de atividades e serviços como comércio popular, terminais de ônibus, prostituição, universidade, conjunto habitacional. A Voluntários permanece no imaginário dos cidadãos porto-alegrenses e da região metropolitana como uma rua antiga, ligada ao trabalho, seja dos voluntários que serviram à pátria, seja daqueles que por ela circulam a pé ou de ônibus para chegar ao seu ofício diário.

Este passeio inédito terá mediação de  Luiz Merino de Freitas Xavier, arquiteto e urbanista, mestre em Planejamento Urbano Regional pela UFRGS, trabalha na Coordenação da Memória Cultural de Porto Alegre, professor no curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de Caxias do Sul (UCS) e consultor de patrimônio cultural do Projeto Monumenta e do Programa PAC – Cidades Históricas em Porto Alegre.

O ponto de encontro será no Largo Glênio Peres, em frente ao portão central do Mercado Público. 80 vagas. Em caso de chuva o evento será cancelado.

 

Segunda-feira,  26

9h30 – Abertura da 2ª Semana do Patrimônio Cultural

Local:  Palácio da Justiça (praça Marechal Deodoro,  55 – Centro Histórico)

 

10h – Palestra As contribuições dos açorianos na formação urbana do sul do Brasil e Porto Alegre

Participação: Prof. Dra. Luisa Durán Rocca, arquiteta pela Universidad de Los Andes, Bogotá/Colômbia, especialista em Conservação e Restauração CECRE/UFBA; Mestre pelo Propar/UFRGS e Doutora em Planejamento Regional e Urbano pelo PROPUR/UFRGS. Atua como professora da graduação em Arquitetura e Urbanismo e da pós-graduação em Museologia e Patrimônio na UFRGS.

Número de participantes: 190

 

14h – Visita Guiada ao Palácio da Justiça

Um dos edifícios ícones da arquitetura moderna em Porto Alegre, projetado pelos arquitetos Luiz Fernando Corona e Carlos Maximiliano Fayet, projetado em 1953 e vencedor de concurso nacional. A visita será orientada pelo arquiteto Roberto Soares. 50 vagas.

 

14h – Visita Multissensorial no Museu de Porto Alegre Joaquim José Felizardo

(rua João Alfredo, 582 – Bairro Cidade Baixa)

A visita é um convite para conhecer o Solar Lopo Gonçalves, construído no século XIX e as exposições “O solar que virou museu: memórias e histórias” e “Transformações Urbanas” a partir de uma experiência que conta com os seguintes recursos: imagens ampliadas, maquetes, legendas em Braile e com texturas representacionais, diagramas táteis, objetos de contextualização para o toque, superfícies em relevo; audioguia com audiodescrição e efeitos sonoros. A orientação é da técnica em Cultura  Márcia Beatriz dos Santos Bamberg. 50 vagas.

 

16h – Palestra Panorama da Arquitetura Moderna em Porto Alegre – VII Seminário Desvendando o Rio Grande: Memória e Identidade / Memorial do Judiciário do RS

Com o prof. Dr. Luís Henrique Haas Luccas. Arquiteto e urbanista pela UFRGS, mestre e doutor pelo Programa de Pesquisa e Pós-graduação em Arquitetura – PROPAR/UFRGS e  professor da graduação em Arquitetura e Urbanismo e na pós-graduação – PROPAR/UFRGS. A mediação será de  Eduardo Hahn , arquiteto, coordenador da Memória Cultural, especialista em Restauro Arquitetônico pelo Centro Europeu de Restauro/Florença. As vagas são limitadas a 190 participantes e as inscrições devem ser feitas no link https://desvendandooriogrande.wordpress.com/inscricoes/.

 

26 de novembro a 1º de dezembro

Exposição sobre a obra do Arquiteto Christiano Da La Paix Gelbert

De segunda-feira a sexta-feira, das 10h às 17h e sábado das 10h às 13h.

Local: Arquivo Histórico Moysés Vellinho, av. Bento Gonçalves, 1129 – Bairro Santo Antônio

Christiano Da La Paix Gelbert foi servidor público municipal a partir de 1925 e atuou como arquiteto a partir de 1932, trabalhando na 2ª Seção da Diretoria de Obras da Prefeitura Municipal de Porto Alegre. Foi responsável por diversas obras públicas que hoje fazem parte da paisagem da cidade como o Edifício Montaury – sede da Prefeitura, o Abrigo de Bondes, o Hospital de Pronto Socorro e diversas pontes, escadarias, praças, entre outros equipamentos.

 

Terça-feira, 27

Manhã e tarde – Visita ao Paço Municipal

(Praça Montevidéu, 10 – Centro Histórico)

A visita se destina a estudantes de escolas públicas e privadas previamente agendadas. Serão visitados seus espaços e obras de arte, ao Salão Nobre, aos porões e à Pinacoteca Aldo Locatelli. A orientação é de Luiz Mariano Figueira da Silva, museólogo e servidor do Acervo Artístico.

As inscrições devem ser feitas pelo e-mail uaagp@gp.prefpoa.com.br,  informando o nome da escola, responsável, número de alunos (máximo 30), idade média ou série da turma, dia e turno desejado para a visita.

 

15h – Linha Turismo Zona Sul –  Especial Semana do Patrimônio

Saída na Travessa do Carmo, 84, junto ao Largo Zumbi dos Palmares – Bairro Cidade Baixa. Chegar 30 minutos antes. Os destaques neste passeio são a praia de Ipanema, algumas propriedades da rota turística Caminhos Rurais de Porto Alegre e o Santuário Nossa Senhora Mãe de Deus, que do alto do Morro da Pedra Redonda permite uma vista de 360° da cidade. A orientação é de Roque Lemanski, guia de turismo. 40 vagas. Em caso de chuva o evento será cancelado.

 

18h45 – Oficina de Escrita Criativa na Casa Godoy

(av. Independência, 456 – Bairro Independência)

A Casa Godoy integra o imaginário e o patrimônio da cidade. Nesta atividade os participantes terão a oportunidade de conhecer a casa e também conversar sobre questões patrimoniais. A oficina apresentará e debaterá conceitos. Os participantes serão convidados a exercitar a escrita e trabalhar a imaginação. A orientação será de Júlia Dantas, jornalista, mestre e doutoranda em Escrita Criativa pela PUCRS. Suzana Pohia , jornalista e dramaturga, especialista em Teoria e Prática na Formação do Leitor pela UFRGS. Número de participantes limitado a 15.

 

Quarta-feira, 28

Manhã e tarde – Visita ao Arquivo Histórico Moysés Vellinho

(av. Bento Gonçalves, 1129 – Bairro Santo Antônio)

Estudantes de escolas públicas e privadas previamente agendadas poderão visitar a antiga chácara e seus chalés, às dependências internas do Arquivo Histórico e seu importante acervo documental. A orientação é de Guilherme Maffei e Mirvana Strait, graduandos em História. As inscrições devem ser feitas pelo e-mail: arquivohistorico@smc.prefpoa.com.br informando o nome da escola, responsável, número de alunos (máximo 30), idade média ou série da turma, dia e turno desejado para a visita.

 

Quarta-feira, 28

Manhã – Oficina Descobrindo a Arqueologia no Museu

Museu de Porto Alegre Joaquim Felizardo – Rua João Alfredo, 582 Bairro Cidade Baixa

A atividade destinada para estudantes de escolas públicas e privadas previamente agendadas. Oficina de sensibilização sobre o papel dos objetos na existência humana, com base nos estudos sobre a cultura material. Os alunos poderão vivenciar as etapas de uma pesquisa arqueológica nos espaços a partir do acervo do Museu. A orientação é de Bibiana Domingues, Eliana Morais, Alice Lampert  e Deborah Gonzalez, graduandas em História; Agnes Moraes e Gabriaela Mattia, graduandas em Museologia com coordenação de Fernanda Tocchetto e Clarice Alves.

 

Quinta-feira, 29

Manhã – Oficina Descobrindo a Arqueologia no Museu

Museu de Porto Alegre Joaquim Felizardo – Rua João Alfredo, 582 Bairro Cidade Baixa

A atividade destinada para estudantes de escolas públicas e privadas previamente agendadas. Oficina de sensibilização sobre o papel dos objetos na existência humana, com base nos estudos sobre a cultura material. Os alunos poderão vivenciar as etapas de uma pesquisa arqueológica nos espaços a partir do acervo do Museu. A orientação é de Bibiana Domingues, Eliana Morais, Alice Lampert  e Deborah Gonzalez, graduandas em História; Agnes Moraes e Gabriaela Mattia, graduandas em Museologia com coordenação de Fernanda Tocchetto e Clarice Alves.

 

Quinta-feira, 29

Manhã e tarde – Visita à Cinemateca Capitólio Petrobras

(rua Demétrio Ribeiro, 1085 – Centro Histórico

Estudantes de escolas públicas e privadas previamente agendadas poderão visitar o antigo cinema Capitólio, sala de exibição e outras dependências e conhecimento do  acervo cinematográfico. A orientação é de  Rosemeri Iensen, arquivista. As inscrições devem ser feitas pelo e-mail: cdmcapitolio@gmail.com ou fone 3289 8040, informando o nome da escola, responsável, número de alunos (máximo 30), idade média ou série da turma, dia e turno desejado para a visita.

 

15h – Visita ao Paço Municipal e Pinacoteca Aldo Locatelli

Visita destinada exclusivamente aos servidores da Prefeitura que conhecerão os espaços e obras de arte, o Salão Nobre, os porões e à Pinacoteca Aldo Locatelli. A orientação é de Elisabeth Elaine Azevedo, psicóloga e servidora do Acervo Artístico e Milena Pires Mendes, graduanda em História. 30 vagas.

 

Sexta-feira, 30

10h – Palestra Mercado Público patrimônio de Porto Alegre

Com Pedro Rubens Vargas, graduado em História e Administração, pós-graduado em Museologia, mestre em Planejamento Urbano e Regional, técnico de cultura da SMC, é um dos idealizadores do Museu de Percurso do Negro, atuou no registro da Tradição do Bará do Mercado como patrimônio imaterial da cidade.

Local: Auditório Poente do prédio centenário da Escola de Engenharia da UFRGS – Av. João Pessoa, Campus Central da UFRGS – Centro Histórico. 100 vagas.

 

16h – Painel “Instituições de Memória e Patrimônio” – VII Seminário Desvendando o Rio Grande: Memória e Identidade Identidade/Memorial do Judiciário do RS

Local: Palácio da Justiça Praça Marechal Deodoro (Praça da Matriz), 55 – Centro Histórico

Com a dra. Letícia Bauer, Historiadora, mestre e doutora em História pela UFRGS, diretora do Museu Joaquim José Felizardo e Carine Medeiros Trindade Historiadora do Memorial do Judiciário do RS

Inscrições: https://desvendandooriogrande.wordpress.com/inscricoes/

 

Sábado, 1°

9h30 – Viva Porto Alegre a Pé – especial Zona Rural

Passeio pela Zona Rural da cidade e apreciação da paisagem cultural a partir de sítios de valor histórico, arqueológico e natural.

Tendo uma das maiores áreas rurais entre as capitais do Brasil, Porto Alegre apresenta uma geomorfologia territorial e situação junto ao lago Guaíba que conformam belos cenários paisagísticos a serem desvendados no passeio. O núcleo histórico de Belém Velho, implantado sobre antiga sesmaria, a Capela Nossa Senhora de Belém Velho, tombada, o cemitério, os sítios no alto dos morros, além de sedes de antigas chácaras e fazendas, são parte deste roteiro inédito do Viva Porto Alegre a Pé.

A orientação é de  Fernanda Bordin Tocchetto, arqueóloga do Museu Joaquim José Felizardo, graduada em História, mestre em Antropologia Social pela UFSC, doutora em História com área de concentração em Arqueologia pela PUCRS e Rosilene Martins Possamai, arquiteta do Centro de Pesquisa Histórica, especialista em Conservação do Patrimônio Construído pelo ICCROM e mestre em Valorização e Gestão de Centros Históricos pela Universidade de Roma “La Sapienza”.

O Ponto de encontro será em frente ao Paço Municipal – Praça Montevidéu, 10 – Centro Histórico

Número de participantes: 24

 

10h – Visita ao Arquivo Histórico

Visita à antiga chácara e seus chalés, sede do Arquivo Histórico, às dependências internas e conhecimento de seu importante acervo documental. A orientação é de Vera Lúcia Santos dos Santos e Gabriel Russo Ferreira, arquivistas.

 

11h – Concerto da Banda Municipal

Arquivo Histórico Moysés Vellinho, Av. Bento Gonçalves, 1129 – Bairro Santo Antônio

 

COMENTÁRIOS