HomeNovidades

Programa de Alimento Seguro certifica mais cinco bancas

NOVIDADES

Programa de Alimento Seguro certifica mais cinco bancas

Ponto do Chimarrão, Restaurante Sayuri, Banca 12 e as duas lojas do Café do Mercado são as mais recentes bancas que receberam a certificação do PAS, Programa de Alimento Seguro, no Mercado. Uma iniciativa de SEBRAE, SENAI, SMIC e Associação dos Permissionários do Mercado (Ascomepc), o PAS vem sendo gradualmente implantado no Mercado, que é o pioneiro nos mercados do Brasil.

 

 

Para o secretário da SMIC, Valter Nagelstein, o PAS no Mercado é um exemplo do Centro, que se revitaliza. “Nosso desejo é de que todos os permissionários do Mercado pudessem ter isso, porque é uma garantia para eles e para o próprio consumidor”, diz. O presidente da Ascomepc, Paulo Göttert, destaca que a certificação é o reconhecimento de “todo o investimento que foi feito em termos de tempo, dinheiro, qualificação de mão de obra e dos espaços aqui dentro”. Já Adriana Leão, da SMIC, diz que o processo do PAS acontece com regras e critérios. “Tem que ter, obrigatoriamente, o empenho e vontade do próprio permissionário”. As bancas precisam estabelecer certos hábitos de higiene e controle da segurança ao lidar com alimentos, uma adaptação que é progressiva. “A gente se acostumou. Todos os funcionários foram envolvidos”, conta Tiago Nunes, gerente da Banca 12. São feitos treinamento e reuniões. “Foi muito bom, deu para qualificar os procedimentos, melhorar a qualidade do atendimento”, diz Jeferson Spolavori, proprietário do Ponto do Chimarrão.

Um longo processo

 

Além dos hábitos, mudanças na estrutura também são necessárias, como na separação de materiais de limpeza. O PAS também inspeciona o controle das atividades da banca, como rotinas e planilhas. A certificação é a ponta final de todo o processo. “Foi um trabalho longo e bastante detalhado, é uma coisa bem complexa, mas muito importante para nós, pela questão sanitária e por comprovar este cuidado que a empresa tem para as pessoas”, diz Clóvis Althaus Junior, sócio-gerente do Café do Mercado. Paulo acrescenta: “eles devem continuar fazendo os processos e mantendo os controles, porque essa é uma certificação renovável”. Leonir Martello, coordenador do PAS junto ao Senai, conta que o Mercado tem um grupo de 30 bancas no Programa. Dez já foram certificadas. “O restante está correndo atrás. O funcionário está se engajando e realmente está seguindo todos os procedimentos”, diz. O mesmo processo de vigilância com a higiene está sendo pensado para o Mercado como um todo. “Já foi feita a conclusão dos relatórios, a preparação, e neste momento está sendo realizada a implantação” diz Adriana. Mas, por enquanto, a expectativa é que mais bancas sejam certificadas até o final do ano.

Foto: Letícia Garcia

 

COMMENTS