Pratos típicos

Pratos típicos

As delícias da culinária regional

 Gauchescos e brasileiros, estes são alguns dos principais pratos mais concorridos no Rio Grande do Sul durante o inverno. Todos podem ser encontrados nos restaurantes do Mercado.

Mocotó

Um dos pratos mais apreciados na mesa dos gaúchos, principalmente no inverno devido às baixas temperaturas, o mocotó é feito com miúdos de porco ou de gado, como pata, tripa grossa, mondongo (bucho), feijão branco, ovos cozidos picados, tempero verde, coalheira (estômago bovino) e outros ingredientes, como pimenta malagueta, toucinho e azeitonas.

Feijoada

Certamente o mais conhecido prato brasileiro, feito à base de feijão. Reza a lenda que teria se originado com os escravos, que ficavam com as partes menos “nobres” das carnes. Ele leva linguiça, costelinha, carne, couve, mandioca frita, torresmo, laranja e, claro, o fiel companheiro arroz para acompanhar.

Carreteiro

Talvez o mais significativo prato da culinária do Rio Grande do Sul, criado pelos antigos tropeiros que faziam suas comidas geralmente na beira da estrada. Arroz, que pode ser feito com charque ou linguiça – em qualquer uma das opções, sempre misturada com carne. Um prato simples, mas saboroso se combinado com temperos e um bom modo do preparo.

Charque

Produto típico do Rio Grande do Sul, estado que em certa época teve nas charqueadas um dos principais itens da sua economia. É uma carne salgada e seca ao sol para a sua conservação. Tem uma salga e exposição solar maiores que outras carnes, sendo empilhada como mantas em lugares secos para desidratação. 
Além do carreteiro, pode compor guisados e ensopados.


Fotos: Letícia Garcia 


 Typical meals

The regional culinary delights

Gauchos and Brazilians, these are some of the main meal in Rio Grande do Sul during winter. All of it can be found in Market’s restaurants.

Mocotó

One of the most appreciated meals in the gaucho table, especially in the winter because of the low temperatures, the mocotó is made with pig’s offal or ox’s offal, like foot, hog casing, mondongo (maw), white bean, chopped boiled eggs, green spice, rennet ant another ingredients, like chili pepper, bacon and olives.

Feijoada

Certainly the most famous Brazilian meal, made with beans. Legend has it that the origin is from the slaves, who stay with the less noble parts of the meat. It has sausage, ribs, meat, cabbage, frit cassava, bacon, orange and, of course, with the faithful partner rice.

 

Carreteiro

Maybe the most meaningful Rio Grande do Sul meal, it was created by the old tropeiros (the cattle dealers) who made their food usually at the roadside. Rice, which can be made with charque (dried meat) or sausage – on either option always mixed with meat. A simple meal, but tasty if combined with spices and a good cooking method.


Charque


Typical Rio Grande do Sul’s product, state that had in the charqueadas one of the main items of its economy, in certain time. It’s a salted meat dried in the sun for conservation. It has a longer salting process and solar exposition than other meats – it’s stacked up like blankets in dry places for dehydration. Besides carreteiro, can be part of stew.

COMENTÁRIOS