HomeCozinhando com o Senac

Panetone, uma receita de amor

De frutas cristalizadas, gotas de chocolate, trufado, doce de leite ou até mesmo salgado, o panetone tornou-se um queridinho das prateleiras de mercados no final de ano. Mas tem também quem sinta saudade de saboreá-lo durante os outros meses. Por isso, a edição de dezembro do Cozinhando com o Senac te ensina a fazer um panetone maravilhoso para surpreender a família, presentear os amigos ou fazer uma grana extra. A receita é da professora Claudia Vitória, docente do curso de confeiteiro da Faculdade Senac.

COZINHANDO COM O SENAC, por Faculdades Senac

 

Mas, antes da receita, vamos te contar a história dessa iguaria. O panetone nasceu em Milão, na Itália, entre 1494 e 1500. A receita foi criada por um padeiro chamado Toni, mas existem duas versões dessa história.

A primeira diz que o padeiro criador da receita apaixonou-se pela filha do seu patrão. Porém, o chefe não se agradou muito da ideia e foi contra a união do casal.

Para impressionar o pai da sua amada, Toni criou o pão doce recheado com frutas cristalizadas chamado “pani de Toni”. A receita fez um sucesso tão grande que o pai da jovem não teve escolha a não ser aceitar o relacionamento dos dois.

Já a segunda versão conta que a receita nasceu “sem querer”. Toni trabalhou demais na véspera de Natal: ao mesmo tempo, fazia uma fornada de pães e uma massa de torta, a pedido do seu chefe. Devido ao cansaço, acabou colocando frutas da torta na massa dos pães e tentou consertar a falha acrescentando também frutas cristalizadas, manteiga e ovos na receita. Por amor ou por uma falha, a receita é um sucesso até hoje, com variações das mais simples até as mais elaboradas.

No Brasil, o panetone chegou junto com a Segunda Guerra Mundial, quando os imigrantes italianos vieram para o país. Por ser uma receita típica do Natal, e muito querida pela população, era natural que começasse a ser repassada entre as gerações após a instalação das grandes colônias por aqui.

Confira a receita e aproveite as festas de final de ano. Feliz Natal e um próspero ano novo!

 

Panetone

Ingredientes
Esponja
400 g de farinha de trigo
100 g de fermento fresco
100 g de gemas
200 mL de água

Massa
600 g de farinha de trigo
10 gemas de ovo
15 g de essência de panetone
1 colher de chá de açúcar refinado
1 colher de chá de antimofo (opcional)
1 pitada de sal
1 xíc. de chá de manteiga
100 mL de água
100 g de emulsificante para bolo

Modo de preparo
Esponja
1. Adicione, na batedeira, o trigo, o fermento, a gema, a água e bata até ficar lisa.
2. Coloque essa esponja em uma tigela e deixe descansar por até 20 min., ou até crescer.

Massa:
1. Junte a esponja, a farinha, o açúcar, a gema, a manteiga, a água e bata na batedeira até ficar lisa.
2. Acrescente o emulsificante e as gotas ou as frutas e coloque na forma de papel.
3. Deixe crescer de 30 min. a 1 hora, cobertas com plástico.
4. Pincele com gema e leve ao forno a 180 °C. A massa fica bem úmida.

Rendimento
18 pequenos de 100 g, oito médios de 250 g ou cinco grandes de 400 g.
— Panetone de 100g: coloque 120 g de massa na forminha, pois quando assa ele diminui um pouco.
— Panetone de 250 g: coloque 300 g de massa na forminha.
— Panetone de 500 g: coloque 550 g de massa na forminha.

Dicas
— Para fazer um chocotone, utilize 500 g de gotas forneáveis.
— Para fazer panetone de frutas, utilize 500 g de frutas (pode ser mix, com passas, frutas cristalizadas entre outras).
— Para fazer um panetone de nozes, utilize 400 g de nozes trituradas.

Fotos: Claudia Vitória

[newslleter]