O Mundo no Mercado Público

A voz da ASCOMEPC

 

O Mundo no Mercado Público

 

Os Médicos Sem Fronteiras (ONG) estiveram, neste mês, mostrando-nos o trabalho que fazem pelo mundo a fora; eles nos convidaram a refletir o real mundo em que habitamos.

Aproveitamos para sugerir que façam as vacinas da febre amarela e da gripe.

Lembramos que neste mês comemoramos a abolição da escravatura; apesar de ainda termos alguns tipos de escravidão neste país, como a alienação pela falta de educação formal e informação transparente.

Reforçamos aos nossos consumidores que no inverno a culinária se aquece; e aqui no Mercado Público temos de tudo; tanto aos amantes da cozinha quanto aos profissionais e Chefs. Preferindo venha ao Mercado apreciar uma boa culinária, tais como: Feijoada, Mocotó, Tainha com Camarão, etc… e o saudável e puro mel.

Quanto ao estacionamento informamos que o grupo de logística e estacionamento está reunindo-se para tratar de algumas questões, tais como: o estacionamento para os associados que fazem a carga e descarga à tarde por força do Ceasa. E quanto ao PAS – Programa de Alimento Seguro que está sendo realizado pelo Sebrae e Senai começará pela cadeia de pescados e açougues. O DRS – Desenvolvimento Regional Sustentável do Banco do Brasil continua avançando nesta e em outras questões de interesse público.

Mais uma vez pedimos desculpas em nome dos comerciantes do mercado, pelo transtorno com a escada rolante, mas acreditamos que a coordenação de próprios da Smic está altamente empenhada na mais rápida solução da questão.

Solicitamos à todos que ajudem a economizar no gasto com água potável no Mercado Público ou em seus lares, apesar de estarmos no período de chuvas, ainda temos metade do estado com graves problemas de abastecimento.

Ao encerrar peço mais uma vez que sejam solidários, doando alimentos e agasalhos aos necessitados. E se nada puderem doar, como Cristo nos ensinou, uma palavra de consolo, apoio; um encontro para um chimarrão; um abraço, um beijo ou um sorriso aquecem mais que um cobertor.

COMENTÁRIOS