O Mercado de um ano para cá

142 ANOS DO MERCADO

O Mercado de um ano para cá

 

Em um ano foram muitas novidades, todas para qualificar e modernizar cada vez mais este grande patrimônio dos gaúchos que completou 142 anos. Confira:

 

Deques, nova cara para o Mercado

      São quatro módulos instalados nos estabelecimentos junto ao Largo Glenio Peres. Mais um passo para a qualificação de toda a área do entorno do Mercado, criando ambientes diferenciados nas áreas externas de atendimento. Uma iniciativa totalmente aprovada pelos frequentadores.

 

Temakeria Empório Japesca amplia espaço no Mercado

     Grande sucesso no Mercado, a Temakeria Japesca se expandiu a partir de setembro de 2010 para as lojas 41 e 43. Disse Roberto Mendo da Cunha, sócio gerente: “Melhor impossível, acho que cresceu em 50% o nosso atendimento. Está em uma crescente desde o dia que abriu, todo mês sempre batendo as metas”. Novidades: temakis especiais de camarão, salmão duplo, fresco e defumado, e o hot Philadelfia.

 

Fumo Zero no Mercado, aprovado pela maioria

     Seguindo uma tendência mundial, a partir do último ano também foi implantada a lei de Fumo Zero no Mercado Público, amplamente aprovada, até mesmo por fumantes. Porém, também está projetado a criação de um fumódromo, com materiais especiais, nos altos do Mercado.

 

Novas e modernas lixeiras

      Para ajudar resolver o que era uma situação crítica, a do lixo, foram instaladas novas lixeiras, tipo meia lua, em inox, fixada na parede, suspensa. Sem dúvida, um avanço na questão da higiene e no aspecto visual do Mercado.

 

Pesquisa no Mercado

      Em 142 anos, a primeira pesquisa do Mercado, mostrando o perfil e preferência dos seus frequentadores. Entre outras coisas ela mostrou que apenas 10% das pessoas que por ele transitam não consomem algum tipo de produto. Entre os produtos e serviços mais lembrados pelos entrevistados, estão os açougues (21,2%), seguido por produtos de mercearia (18,7%), peixarias (12,5%) e erva-mate (8%). E entre seus clientes, predomina um público de mais idade. A pesquisa também serviu para orientar os permissionários.

 
 

Chegada do SushiSeninha

     O SushiSeninha junto com a Temakeria e o restaurante Sayuri forma o pólo de gastronomia nipônica no Mercado. Chegou tendo como foco o comércio do centro da cidade, um mercado novo. São 15 tipos de temakys que variam de R$5,00 a R$15,00. Sushis, sashimis e drinques tradicionais, como sakê e saquerias, as outras atrações. 

 

 

Divisórias no Térreo

      Chegaram para trazer um visual mais limpo, mais moderno, claro, permitindo um melhor atendimento dos restaurantes aos seus clientes.

 

Programa Alimento Seguro, PAS –  primeiras bancas certificadas

     O Programa Alimento Seguro vem sendo implantado no Mercado há dois anos. Busca, basicamente, garantir mais segurança no manuseio, conservação e exposição de alimentos, além da apresentação das bancas. Higiene e segurança são os pontos centrais. Um trabalho que consolida seus primeiros passos, com a entrega da Certificação para as duas primeiras bancas: 38 e do Holandês.

 

Mezanino e ampliação da Banca 49

      Cláudio Junior, proprietário da banca 49, inovou levando o serviço administrativo para um mezanino que foi feito em sua loja. “Como o prédio é um patrimônio histórico, existe toda uma regulamentação em relação ao que pode e ao que não pode ser alterado. Cuidamos para não alterar e não afetar a estrutura do prédio. O pessoal já nota que a loja está maior”, disse Junior.

 
 

Café do Mercado, realizando um antigo sonho

      Um dos pontos mais tradicionais do Mercado Público, o Café do Mercado ganhou um novo espaço, que também funciona como uma torrefação do café. O novo espaço também serve refeições, funcionamento como uma espécie de bistrô.

 

 

Reformas para tender programa de alimento seguro

    As bancas Armazém Metropolitano e 48 adquiriram novos balcões em aço inox e prateleiras, assim trazendo mais higiene e melhor conservação dos produtos. Os restaurantes também passaram por reformas, foi o caso do restaurante Embaixador e do restaurante Gaúcho. A maior motivação, tanto para atrair novos clientes é o desejo de renovação e a implantação do PAS.

 

Bicicletário no Mercado

     Com formato de cuia de chimarrão, foi inaugurado neste último ano o bicicletário do Mercado com 72 vagas para os usuários deste veículo, motivo de muitas polêmicas e debates no ano que passou.  São quatro bicicletários, um em cada quadrante do Mercado e dois suportes no Largo Glênio Peres.

                                                                                                        

 

Prêmio: Temakeria e Empório Jaspeca, o melhor temaki da edição da Veja

     Na edição da “Veja Porto Alegre, Comer & Beber”, de 2011, a Temakeria e Empório Japesca ficou em primeiro lugar, na categoria Temaki. Outras bancas indicadas ao prêmio: Banca 40, Empório Banca 38, Banca do Holandês, Banca 43, Restaurante Gambrinus, Padaria e Confeitaria Pão de Açúcar, Café do Mercado e Sayuri.

 

 

Cervejas artesanais no Mercado

     Novidade do restaurante e lancheria Nova Vida. São cervejas especiais, com maturação e fermentação diferentes das comuns, sabor acentuado e de fabricação limitada, levando até 40 dias para ficarem prontas.

 

Evento: Sun Motors – Kia expõe automóveis no Mercado

      Em uma ação inédita, a Sun Motors, de Porto Alegre, realizou uma grande exposição de veículos Kia no quadrante de feiras do Mercado. O evento foi um sucesso, abrindo caminho para outras iniciativas do gênero. 

 

Novidades

      Horário, estacionamento e sinalização, e reforma dos banheiros, reforma da sala de lixo seco, criação de uma câmara fria para resíduos orgânicos, horário expandido, nova sinalização interna, estacionamento a partir das 18 horas no Largo Glenio Peres e licitação do estacionamento subterrâneo na Praça Parobé  a  caminho (licitação prevista para ainda este ano), foram outras importantes novidades deste último ano.

 

COMENTÁRIOS