O criador da vaquinha Isis e os mistérios do Egito

Artista

 

O criador da vaquinha Isis e os mistérios do Egito

 

Desde os últimos meses três das vacas da exposição aberta Cow Parade cercam a praça de alimentação do restaurante Nova Vida, no térreo do Mercado. Elas foram arrebatadas em leilão pelo seu proprietário, Rodrigo Tomasel. Mas a reportagem do JM foi buscar o artista, que criou uma das mais famosas vaquinhas da exposição, a vaca Isis.

 

Declarando-se muito satisfeito e feliz por sua criação estar no Mercado, o que ele considera um presente, o artista foi buscar na mitologia e na arqueologia do oriente, especialmente do Egito, a inspiração para a sua obra. “Fiz ela para que fosse tocada e vista”, diz Leonardo Posenato, artista plástico. Ele já vinha estudando muito o país árabe e todos os seus arquétipos simbólicos. Quando tomou contato com a idéia da mostra, não teve dúvida em aplicar seus conhecimentos na concepção da vaca Isis. “Ela é um referencial feminino da natureza. A vaca em alguns países orientais é um símbolo sagrado. Representa abundância, aquilo que põe vida, fornece o leite, a carne, o couro”, diz ele, lembrando que na mitologia egípcia Isis pode aparecer como uma vaca com cabeça de mulher, ou ao contrário.

 

Riqueza de detalhes

Quem observar com atenção a vaca, verá que o artista nela colocou vários elementos místicos, como o próprio Olho de Isis, considerado um dos símbolos mais fortes no Orientre. “É o olho da natureza, que vai além da aparência. A visão do homem está muito fútil”. Outros detalhes estão nos chifres e patas, de cor preta, além de imagens do sol e da lua, que representam os mundos feminino e masculino e pedras semi-preciosas que têm uma relação com a previsão dos caminhos da vida. Portanto se o Mercado estiver no seu caminho, aproveite para contemplar os detalhes e pequenos mistérios da vaquinha Isis que está lá exatamente para ser vista e tocada, como deseja o seu autor.

 

Vitória Dorneles, nove anos, gosta de olhar os peixinhos. E as vaquinhas.

 

As vaquinhas do Cow Parede despertaram muito a atenção das crianças, principalmente, que fizeram milhares de fotos junto delas – e dos familiares, claro. A menina Vitória Dorneles, de nove anos, é uma delas. Frequentadora do Mercado, onde gosta das peixarias, dos restaurantes, das feiras e de olhar os peixinhos nos aquários, Vitória aproveitou a última visita para fazer mais algumas fotos juntos às vaquinhas que hoje são as grandes atrações do Restaurante Nova Vida.

 

Fotos: Fabrício Scalco

COMENTÁRIOS