Novos sapatos para a velha estrada

Fortunato Garcia Machado*

Começamos um novo mandato. Gostaria de agradecer a diretoria anterior pelo apoio que sempre tive, pois acredito que olhando o passado podemos construir um futuro melhor para os nossos filhos. Pessoas maravilhosas, que de braços dados trabalharemos, com um único objetivo, o de construir um Mercado cada vez mais forte e unido. Agradeço ao Francisco de Souza, Claudio Klein, ao Francisco Assis dos San­tos Nunes, ao Clovis Athaus Junior, Orestes Gabardo, Manoel Ce­lestino Azevedo Carvalhal, ao Alfredo Signoretti ao Mo­acir Gomes, “Bicudo”, à Lu­cia Bolcinha, Claudemiro Adam, mas principalmente aos mercadei­ros que reconheceram o trabalho que realizamos à frente da Associação e também aos colaboradores de nossas empresas. O meu forte abraço. Acreditando que teremos muitos desafios pela frente, muito trabalho, mas  principalmente a chance de, em conjunto, fazermos cada vez mais do Mercado, um lugar aonde as pessoas encontrem o diferencial do seu dia-a-dia. O calor do a­bra­ço, o aperto de mão, o sorriso, aquele olhar sincero, estes gestos, que aos amigos sempre damos, pois aqui não temos clientes e sim amigos.

Para encerrar gostaria de lembra de um conto budista. Certa vez um mestre ensinava seu discípulo ensinamentos sobre a união. Ele disse: pegue uma flecha, agora a quebre. Assim ele o fez. Agora pegue cinco, junte-as e as quebre. E assim ele fez. Porém com dificuldade. Agora pegue todas juntas e as quebre. O discípulo tentou, tentou e acabou por desistir. Então o mestre disse: quando todos se juntam por um objetivo em comum nada nem ninguém os quebra. Assim somos nós, sozinhos frágeis, juntos uma muralha intransponível.

* Presidente da Associação do Comércio do Mercado

COMENTÁRIOS