Mercados de São Petersburgo, Rússia

Depois de visitar a casa museu de Fyodor Dostoevsky, não havia como ignorar o tradicional mercado público da cidade.

O Kuznechny Rynok, localizado no bairro de Sennaya Ploshchsd, local de antigos pardieiros, fica no caminho. Basta descobrir no mapa a Sadovaya Ulitsa, rua fácil de localizar. Quais as especialidades ofertadas pelo mercado da antiga capital imperial? O que a cidade mais ocidentalizada da Federação Russa quer mostrar aos visitantes? Vendedoras, na maioria mulheres vestidas de branco, atendem os clientes. Como sempre podemos experimentar as ofertas, amostras são oferecidas como cortesia.

As hortaliças estão dispostas em filas, em montes, tudo bem organizado e limpo. Preparada para inspeção militar. Para os apreciadores, os pepinos são a tentação. Preparados de diversas maneiras. Prefiro os da receita local: gelatinosos, leves, saborosos e agradáveis. Os queijos não fazem destaque. Nas esquinas do mercado, senhoras idosas ganham os seus rublos, vendendo por unidade, os pepinos preparados de modo
artesanal. Mas o que nos seduz é o caviar. O mais popular, na cor vermelha, bastante salgado, é vendido a quilo. Em todas as comemorações está sempre presente, acompanhando do espumante russo ou do tradicional vodca. Não recomendo o espumante.

O caviar escuro, bem mais apetitoso, é vendido em pequenas embalagens. O Beluga provém do esturjão branco, o Ocetp é outra alternativa, mas, o mais raro e dispendioso, considerado o caviar dourado, é o Oscietra. Os mais caros superam os 1000 dólares americanos para cada meio quilo. Peixes defumados, carne de porco, salsichas com cores estranhas, galinhas, — cortes diferentes —, estão dispostos como jóias nas bancadas. Talvez seja o frio, parece que estamos num laboratório. A higiene é destaque. Característica associada à culinária dos povos eslavos, a nata, os cremes — de todos os tipos e consistências também são vendidos a granel.

Para adquirir delicatesses, descobrir as variedades e alternativas da vodca russo, só temos uma direção. Na Avenida Nevskiy Prospekt, a principal artéria de São Petersburgo, local onde jovens e belas mulheres desfilam usando botas de cano alto e saias bem curtas, iremos encontrar o Palácio Yeliseeu. Prédio do final do século XIX, estilo luxuoso, recorda a época dos czares. Produtos caros estão a disposição dos novos ricos da cidade. Fala-se na Máfia, da antiga KGB Além dos licores, da vodca, dos vinhos da Geórgia, produtos importados têm lugar apropriado. Os vitrais do prédio, a decoração, atraem mais que os produtos que queremos comprar. Agora padaria e loja de frios atendem aos clientes como em qualquer supermercado.

 

COMENTÁRIOS