HomeEspecial

Mercado Público, um feliz e acessível Natal

O mais tradicional e democrático centro de compras e abastecimento da cidade fica ainda mais atrativo no Natal. São milhares de produtos, centenas de bancas e ideias para não deixar ninguém sem um presentinho nestes tempos natalinos. Tudo para ter as mais deliciosas, animadas e boas festas!

 

Bacalhau

Existe a superstição de que peixes, como o bacalhau, “nadam para a frente”, representando o ano que vai entrar, e por isso são bons para o fim de ano. O especialista em bacalhau, Daniel Josué de Souza, atendente da Banca 38, lembra que o “aniversariante” do Natal, Jesus Cristo, gostava de peixes, vindo também daí, segundo histórias bíblicas, a tradição do peixe nesta época. São muitas as formas de fazer o peixe, e, segundo Daniel, a salada de bacalhau para essa época é perfeita e fácil de fazer: só misturar o bacalhau numa salada de maionese, por exemplo. Para os mais sofisticados, recomenda um bacalhau à lagareiro.

Bacalhau: Armazém 28, Banca 26, Banca 38, Banca 43, Banca Central, Banca do Holandês.

 

Peixes e frutos do mar

Para o ano novo, como manda a tradição, muito peixe: corvina, tainha, tilápia, entre outros, que podem ser feitos no forno, na churrasqueira com grelha ou no espeto de taquara. Na Japesca, a dica é o camarão, já eviscerado, e o filé de salmão, principalmente para a ceia. As opções não param por aí: em filés ou inteiros, o Mercado é a maior referência de peixes da cidade.

Peixarias: Coopeixe/Pescados e Cia, Peixaria Collar, Peixaria do Mercado, Peixaria Duporto, Peixaria Japesca, Peixaria Mar Azul, Peixaria São Lourenço.

 

Carnes e aves

Indispensáveis para muitos nas boas festas, as carnes também fazem a tradição do Mercado com os seus atuais seis açougues. Para a ceia de Natal, perus, frangos temperados e chester são os mais procurados. Mas, no Ano Novo, o churrasco impera, e os mais aficionados correm para buscar costela, picanha, maminha, ovelha. Na Casa de Carnes Santo Ângelo, por exemplo, a especialidade da casa é a costela. Tudo isso sem esquecer dos cortes suínos, tradicionalíssimos para a entrada do ano novo.

Carnes: Açougue Big Bife, Açougue Ildo Pozzebon, Banca A, Casa de Carnes Santo Ângelo, Costelão do Mercado, San Remo Carnes, Supermercado de Carnes Rodeio.

 

Panetones e doces

O Natal é doçura em todos os sentidos, e não podem faltar panetones, bolos e chocolates. Desde o tipo tradicional, com passas e frutas cristalizadas, até o chocotone, em versões simples ou sofisticadas. Chocotone, vidros da Fluss Haus de biscoitos amanteigados, de amêndoas, palitos de mel de flor do campo, de laranja com chocolate, casinhas de pão de mel artesanais, minichocotones com temas infantis, biscoitos natalinos de Santo Antônio da Patrulha e chocolates de Gramado natalinos são encontráveis na Mercado Doce, uma das lojas especializadas do Mercado. Com foco em produtos artesanais, a casa tem kits, como baús com chocolates imitando joias.

Também há opções para preparos caseiros. Assim como na Páscoa, muito procuram o Mercado para “fazer” o seu próprio Natal. São muitas bancas e lojas com produtos do gênero, como a Armazém 155. Nela os clientes encontram essências e preparados para panetones, formas e embalagens, corantes, frutas e passas. Tradicional reduto desses produtos, a Comercial Martini sempre tem muitas novidades para as datas especiais, e neste ano, umas delas, depois do bolo na taça, é o panetone ou chocotone na taça. E mais uma infinidade de outros produtos, como confeitos sortidos, formas e forminhas, moldes natalinos, ferramentas e insumos. Outras sensações, como forma-vulcão e pasta americana em pó para dar a melhor coloração, tanto vermelha como preta para acabamento em bolos e outras delícias. Além disso, glacê, açúcar e cremes de confeiteiro e muito mais para um doce Natal.

Outras boas opções para saborear são bolos e tortas, inclusive torta fria, que tem muita saída na padaria Pão de Açúcar, onde um dos produtos mais procurado nessa época é o pão para rabanada.

Panetones, doces e preparos: Armazém 155, Armazém do Confeiteiro, Armazém do Mercado, Armazém Doce, Banca 12, Banca 38, Banca 43, Banca do Holandês, Comercial Martini, Gueno, Martini 141, Mercado Doce, Padaria Copacabana, Padaria Pão de Açúcar.

 

Champanhes

A grande procura nesta época é por champanhes e espumantes para brindar o ano novo. São muitas opções em diversas bancas e para diversos bolsos. Da Serra, nacionais e importados, o mais procurada nessa época é o espumante tipo Brut seco.

Bebidas: Banca 38, Banca 43, Banca do Holandês, Cachaçaria do Mercado.

 

Frutas

Frutas combinam muito bem com as boas festas e no Mercado são duas bancas com uma grande variedade de frutas e legumes, a 10 e a 11, uma do lado da outra. Para o Natal, as mais procuradas são uvas, ameixas, pêssego e abacaxi. Já para o ano novo, framboesa, amora e morango. Na Banca 11, uma das frutas mais procuradas do momento é a lichia, de origem chinesa, com muitas propriedades saudáveis.

Frutas: Banca 10, Banca 11.

 

Frutas secas e nozes

Frutas cristalizadas, uva passa preta e branca, castanha do Pará, de caju, ameixas, noz pecan, cereja com e sem talo, azeitonas, pepinos são muito pedidas, como destaca a Banca Central. São várias bancas especializadas também em frutas secas, fundamentais para os recheios e coberturas. Passas, uva passa, frutas cristalizadas como figo, abóbora e laranja, ideais para panetones, ameixa sem caroço, tâmara. Podem ser encontrados em potinhos fechados precificados ou a granel.

Frutas secas: Armazém 28, Armazém do Confeiteiro, Armazém Metropolitano, Banca 12, Banca 17, Banca 38, Banca 43, Banca do Holandês, Carel Banca 48, Macrobiótica Sauer.

 

Grãos, azeites e conservas

Famoso por suas bancas de especiarias, o Mercado Público sempre é lembrado por quem procura essas delícias — especialmente no Natal. As tradicionais azeitonas não podem faltar, recheadas, pretas, à grega, embaladas ou a granel, assim como as conservas são destaque. A lentilha já é um ícone para o fim de ano, para trazer sorte no ano que está por chegar. Para os temperos, bons azeites são importantes, além vinagres, salsinhas, oréganos. Tudo para tornar a sua mesa de fim de ano imperdível.

Hortifruti e temperos: Box 2 Unidos, Alemão, Bagé, Pereira, Poliervas, Ponto Certo, Temperos e Sabores, Tio Raul. Bancas 10 e 11.

Especiarias, temperos e grãos: Armazém 28, Banca 17, Banca 26, Banca 38, Banca 43, Banca 47, Banca Central, Banca do Holandês, Loja da Reforma Agrária, Macrobiótica Sauer.

 

Artesanato e presentes

No Mercado se encontram muitas sugestões de presentes e lembrancinhas em várias bancas. A Asposol, da Economia Solidária, por exemplo, traz ímãs temáticos do RS, que são os mais vendidos, e mais: produtos de madeira, camisetas temáticas, costuras, pintura em tecidos (pano de prato), crochê, tricô, artigos de decoração e utilitários, cadernetas, tudo a preços muito acessíveis. No Mercado também se encontram as tradicionais cestas de Natal, em opções diversas. Na Banca 38, elas podem ser montadas conforme o gosto (e o poder aquisitivo) do cliente, com custos variados, com produtos típicos ou premium, como uísques e azeites importados, presunto cru e champanhe.

Fotos: Fabiane Pereira

[newslleter]