Que tal uma cerveja?

Primavera, Oktoberfest, altas temperaturas: para completar esse combo, que tal uma boa cerveja? As dicas a seguir são em homenagem a esse mês, que traz com ele uma nova estação e uma cara mais coloria à cidade.

 

Eisenbahn Oktoberfest

Blumenau é a cidade da Oktoberfest mais tradicional aqui no Brasil. E de lá também vem a Eisenbahn. A cerveja do estilo chamado Oktoberfest ou Marzen, coloração dourada intensa, aromas de panifição e levemente floral. Na boca apresenta presente amargor e perfil maltado. Combinação perfeita para as salsichas alemãs.

 

 

Urwald Pilsen Naturtrüb

De São Vedelino, cidade da Serra Gaúcha, a cervejaria Urwald produz essa Pilsen especial – tanto é que ganho medalha de ouro no Concurso Nacional de Cervejas em 2015. Ela é clara e de leve amargor. O aroma do malte e o frescor do lúpulo lhe conferem características únicas. Uma cerveja refrescante e fácil de beber, ideal para dias quentes. Harmoniza bem com petiscos de boteco, pizza e saladas.

 

 

 

Babel Blonde Ale

Para quem procura uma cerveja leve, mas um pouco mais encorpada do que a Pilsen, a Blonde Ale da cervejaria porto-alegrense Babel é a escolha ideial. Tem coloração dourada pálida com boa transparência, espuma branca com boa formação e persistência. Sabor levemente adocicado de malte com notas de pão e presença moderada de lúpulo alemão. Amargor moderado. Lembra uma Pilsener alemã, mas com o frutado sutil de uma ale. Harmoniza com peixes e frutos do mar.

 

 

 

Solerun Penélope

É uma cerveja em homenagem à contribuição das mulheres ao mundo cervejeiro. A Penélope se destaca pela leveza na escolha dos ingredientes, que revelam uma cerveja hipnótica, leve, equilibrada, com perfume marcante. A receita leva dois tipos de malte, o de cevada e o de trigo. Este ano foi eleita a melhor cerveja Belgian Specialty Ale do Brasil e premiada no Concurso Nacional de Cervejas. Harmoniza com massas de molhos leves e carnes brancas.

COMENTÁRIOS