Espumantes

A partir desta edição, o JM vai trazer uma breve resenha sobre rótulos de cervejas, vinhos, espumantes e outras bebidas produzidas no Rio Grande do Sul. Tudo para valorizar a produção local destes acompanhamentos fundamentais de qualquer refeição. Além disso, um espaço para a palavra de Sady Homrich, baterista da banda Nenhum de Nós, engenheiro químico e conhecido burgomestre. Saúde!

Fotos: divulgação

 

Chandon Réserve Brut

A Moët & Chandon, empresa francesa da região de Champagne, instalou sua adega em Garibaldi, no Rio Grande do Sul, apostando no alto potencial qualitativo das uvas produzidas na Serra Gaúcha. A Réserve Brut é resultado da harmonização das melhores uvas e revela uma grande sutileza aromática, lembrando frutas cítricas, maçã verde e frutas secas em um paladar perfeitamente equilibrado. Elaborado a partir do clássico “assemblage” de três variedades de uvas da Serra Gaúcha: Riesling Itálico, Chardonnay e Pinot Noir. Caracteriza-se por sua delicada cor amarela com reflexos dourados, sua espuma abundante e persistente com formação de um colarinho no contorno da taça e seu perlage de borbulhas finas, ativas e numerosas.

 

 

Aurora Reserva Cabernet Sauvignon

A Vinícola Aurora é hoje a maior do Brasil e uma das mais antigas do país. O Aurora Reserva Cabernet Sauvignon tinto e seco é da safra de 2013 e possui corpo médio e coloração rubi.  Aromas de chocolate e baunilha, com um ligeiro frutado. Na boca, é de paladar leve, porém de excelente harmonia e complexidade. A graduação alcoólica é de 12,5% vol. Harmoniza principalmente com pratos com carnes vermelhas. Picanha grelhada, costela de cordeiro, quibe cru, sanduíches de rosbife e filé mignon. Acompanha também strogonoff de frango e queijos como o Gruyère. Possui 15 medalhas de concursos nacionais e internacionais, sendo o produto mais premiado da vinícola.

 

 

DaDo Bier Ilex

A Dado Bier, nascida em Porto Alegre, é considerada a cervejaria artesanal mais antiga do país: atua desde 1995. Hoje com produção expandida e alcançando todo país, a marca ainda tem restaurantes no RS. Sua DaDo Bier Ilex é uma Herb Beer única, de sabor inusitado, coloração levemente esverdeada e amargor equilibrado, próprios da erva-mate utilizada no preparo do chimarrão – bebida típica da região do Pampa sul-americano. Com prêmios como a medalha de ouro na South Beer Cup, é a primeira cerveja do mundo produzida com Ilex paraguariensis, a famosa erva-mate, e tem o aroma característico da planta. Possui 10 IBU, 5 % de teor alcoólico e harmoniza com carreteiro, galeto Primo Canto e churrasco.

 

 

Tupiniquim Funky & Sour

A cervejaria Tupiniquim fica no chamado “bairro cervejeiro” de Porto Alegre, o Anchieta, e em janeiro completa dois anos de existência. Tempo suficiente para muita produção e conquistas: são cerca de 30 rótulos no portfólio e medalhas nas principais premiações cervejeiras, como a South Beer Cup, o Concurso Brasileiro de Cervejas e o Australian International Beer Awards. A Funky & Sour é uma de suas cervejas mais premiadas. É uma Sour Ale produzida com Brettanomyces, a chamada “levedura selvagem”. A receita é a junção de uma American Sour com uma Brett Beer, finalizada com um priming de levedura de champagne. O teor alcoólico é de 4,5%.

COMENTÁRIOS