Mercado enamorado

Os ares sentimentais do mês dos namorados também passaram pelo Mercadão. Casais apaixonados enriquecem a história do Mercado diariamente e, agora, merecem uma atenção especial pela sua comemoração.

 

Mercado sob diferentes olhares

Andrea Barbosa nasceu em Dom Pedrito, interior do estado. Jeferson Alves nasceu e se criou em Porto Alegre. O casal se conheceu nos tempos de colégio, quando Andrea se mudou para a capital. “O lugar é muito movimentado. Tem muitas novidades para ver e se divertir. Como eu vim do interior, e lá tem poucas coisas, o Mercado como um todo me chama a atenção”, conta Andrea. Jeferson trabalha como motoboy e frequenta o Mercado desde pequeno. Por conta disso, se sente mais familiarizado com o local. “Não consigo dizer o que mais gosto. Carne, erva… Tudo o que a gente precisa tem aqui”, diz.

 

Da capital das Missões

Os missioneiros Eduarda Toledo e Jonatas Toledo vieram direto de Santo Ângelo para visitar o Mercado Público. Os dois casaram há pouco mais de um ano e vieram a passeio para Porto Alegre. “Para nós, é tudo novidade aqui. Sempre ouvimos falar do Mercado e decidimos passar aqui para conhecer”, diz Jonatas. A variedade de produtos e a forma que os mercadeiros se relacionam com os clientes são algumas das características que chamaram a atenção. “É diferente do que costumamos ver. Quando viermos de novo, vamos trazer mais pessoas para conhecer. Vale a pena! ”

 

Voltando ao Mercado

A visita ao médico rendeu uma passadinha rápida no Mercadão para matar a saudade. Ana Paulo Brito e Diego de Oliveira moram em Lageado, mas, sempre que podem, visitam o Mercado. “Há uma diversidade de temperos, verduras, peixes, coisas que a gente não encontra em outro lugar”, diz Diego. Casados há quatro anos, os dois se conheceram em um bar da cidade e, hoje, o Mercadão é um dos seus passeios preferidos. “Para a gente, que é do interior e não convive com tantas opções, dá vontade de passar o dia aqui”, finaliza Ana Paula.

COMENTÁRIOS