Mercado Central de Phuket e elefantes

Na parte antiga da cidade, junto a construções típicas, no estilo chinês, encontramos o mercado tradicional.

 

 

MERCADOS DO MUNDO, por Felipe Daiello

Aqui, durante a manhã, as bancas vendem produtos hortifrutigranjeiros: frutas, vegetais, condimentos e produtos do mar. A variedade é imensa. Encontramos peixes vivos, camarões secos e defumados, itens importantes no cardápio de Phuket. Peixes secos, amendoim e castanha de caju são ancestrais necessários para a obtenção de conflitos de sabores, de texturas e até de real satisfação. Mas, à noite, o local se transforma. Pequenos restaurantes estão à nossa disposição. Para os aficionados, os restaurantes junto à praia de Patong, onde a vida noturna é mais agitada, são os indicados: lagostas, lulas, camarões, peixes de todos os tipos estão ao nosso alcance. Os preços são convidativos. O câmbio ajuda.

A culinária tailandesa é interessante, o povo, superamável: a filosofia de vida budista ajuda. Hoje o maior poder aquisitivo da Tailândia é encontrado na província de Phuket. O turismo representa a atividade mais importante. No Mercado Central da cidade velha, podemos ver os ingredientes utilizados na preparação dos alimentos, como o Khanom — massa ao curry com vegetais frescos e Nam Phrik Kung Siap, uma mistura de camarão defumado com molho de pimenta seca e vegetais. Entre as frutas, o abacaxi é ponto de destaque.

Para o turista que aqui chega, no dorso de elefantes há trilhas interessantes para percorrer. Possibilidade de visitar mosteiros budistas magníficos, com pinturas e murais coloridos, explosão de luzes e de cores. Phuket apresenta joalherias e centenas de lojas com todas as parafernálias que o viajante distraído adora comprar, como roupas de “grife” de boa qualidade e de preço melhor ainda. Pela manhã, na visita ao mercado, nada melhor do que reconhecer os componentes do prato principal que iremos degustar ao anoitecer, antes de enfrentar os espetáculos noturnos, as boates, os pubs e as danceterias. Por sinal, um espetáculo estilo Las Vegas utiliza elefantes como atração principal, junto com dançarinas e acrobatas. Todo folclore e danças tailandesas estão incluídas.

Para o novato, marinheiro de primeira viagem, aqui ele precisa ter cuidados para não ser esmagado — precisa dar atenção às placas de circulação. Cuidado com elefantes no caminho. As bestas têm prioridade e não gostam de desviar. Precaução dupla nas as estradas ao circular com carro locado. Os elefantes têm preferência no momento de colisão imprevista. Levam vantagem no peso e volume.

A vida noturna é agitada. Voos fretados de todo o mundo, incluindo da Federação Russa, despejam milhares de homens solteiros em busca de bebidas baratas e mulheres exóticas. Nos bares superlotados, nas janelas dos andares superiores, vidro transparente por todos os lados, dançarinas, incluindo louras vindas da Rússia, com gestos e movimentos sensuais atraem os clientes. A filosofia budista de vida facilita o clima geral.

De madrugada, andando de carro em certas ruas, é preciso cuidar os bêbados. Eles rastejam pelo pavimento. Cartazes são explícitos na advertência. Eles têm prioridade. Os melhores restaurantes de Patang estão na avenida que corre paralela à praia.

O tsunami que aniquilou Pukhet deixou suas marcas. Alguns prédios mais afastados, não recuperados, tem nas paredes as marcas deixadas pelas ondas assassinas.

Fotos: Felipe Daiello

 

COMENTÁRIOS