Leve a cultura nipônica para sua casa

ESPECIAL, 100 Anos da Imigração Japonesa

 

Bibiana Andrade, atendente do Empório Japesca. Conta que nos últimos tempos aumentou muito a procura pelos ingredientes do Sushi. O arroz, o vinagre de arroz, a alga, o saquê de cozinha, o shoyu, o missô, o tofu, o gengibre e outros ingredientes vem tendo uma procura muito grande.

Um pouco da história deste prato, símbolo da culinária japonesa: o sushi é uma tradição de muitos séculos no Japão, hoje conhecido mundialmente e tido como uma das delicias da culinária moderna. Mas, engana- se aquele que pensa que sushi é apenas peixe cru. O peixe é apenas um dos muitos ingredientes possíveis que podem ser acrescentados ao sushi. Quando o peixe cru é servido por si só, é chamado de sashimi. O arroz é o ingrediente principal em todos os sushis. Os grãos pequenos ou médios são cozidos com cuidado, misturados com açúcar, sal e vinagre especial de arroz. Sua textura e consistência são vitais para fazer um sushi adequado: pastosa sem deixar o vinagre predominar no sabor. Quanto mais próximo do sabor natural do arroz, melhor. Estima-se que o sushi tenha mais de mil anos, na época o peixe cru era preservado por armazenamento entre camadas de arroz. Passavam-se semanas, o arroz fermentava e os produtos químicos produzidos mantinham o peixe em bom estado. Uma vez que o processo de fermentação estava completo, o peixe estava pronto para ser consumido. No final das contas, os japoneses começaram a comer o arroz e o peixe juntos.

Um pouco mais da culinária
Já o shoyu é um molho de soja, usado para mergulhar pedaços de sushi. O gengibre em conserva ajuda a limpar o paladar entre as porções de sushi. O wasabi, ou raiz forte, podendo ser usada no sushi ou acrescentado na hora de comer, possui qualidades de esterilização e é indicado para acompanhar pratos com a carne de peixe cru. Ainda temos o saquê, mas por também ser a base de arroz, não é indicado o seu consumo junto com o arroz. O mais indicado é uma cerveja leve ou um chá verde, água natural com ou sem gás também acompanham bem.
Todos estes produtos necessários para se fazer um bom sushi pode ser encontrado com facilidade no nosso Mercado Público. Nas peixarias se encontram os peixes, frescos e variados, o arroz também é encontrado com facilidade em inúmeras bancas. Assim como o shoyu, o saquê e o restante dos ingredientes, todos disponíveis e com preços acessíveis aos interessados em experimentar os sabores da culinária japonesa.

 

Receita de Gokan Supremo

Descrição: Rolinhos de salmão e camarão e furae com côco e risoto de cogumelos shimeji e shiitake.

Ingredientes:
Risoto:

100g arroz gohan

10g cogumelo shimeji

10g cogumelo shiitake

50ml missoshiro

10g alho nira

10g queijo parmesão

3g manteiga

20g cebola picada

10ml molho shoy

sal a gosto
Salmão:

200g filé de salmão

70g camarão

10g coco fresco

50g requeijão

sal a gosto

100g farinha especial Panko

50g coco fresco
Molho de coco:

150g molho bechamel

25ml leite de coco

10g coco fresco

8g queijo parmesão

sal a gosto
Preparo:
Risoto: Cozinhe o arroz japonês (Gohan) e reserve. Refogue a cebola, acrescente os cogumelos, o gohan, molho shoyu, alho nira e a missoshiro. Mantenha em fogo baixo até reduzir. Retifique com sal e ajinomoto e acrescente o queijo parmesão e a manteiga. Unindo assim a culinária japonesa à francesa.
Salmão: Faça um rolo com salmão, camarão (reserve quatro unidades para decoração), requeijão e coco. Tempere com sal e ajinomoto. Empane com farinha panko e coco fresco. Frite e reserve. Molho: Junte o molho bechamel, o leite de coco, o coco fresco e o queijo parmesão e leve ao fogo médio. Retifique com sal e ajinomoto. Reserve.

Montagem: Disponha o risoto no aro em forma de gota, corte os rolinhos em dois e disponha os em torno do risoto e decore com os camarões. Coloque o molho de coco sobre os rolinhos e no entorno do prato. Dica da Gourmet Vanda: Use uma redução de molho teriake com sabor de ameixa preta para decorar.

Receita de um restaurante vinculado à Associação Brasileira de Bares e Restaurantes.

COMENTÁRIOS