Jonas e o Circo Sem Lona estreará no Cinebancários

Divulgação

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O documentário, disponível a partir de 16 de março, mostra o dia a dia de Jonas, um artista-mirim que sonha em manter vivo o circo que ele mesmo criou no quintal de casa. 

Rodado ao longo de dois anos na região metropolitana de Salvador/BA, o filme partiu de uma pesquisa iniciada em 2006 pela diretora Paula Gomes. Ela procurava por circos itinerantes pelo interior da Bahia quando conheceu a tradicional família de artistas de Jonas. O garoto teve a ideia de criar o seu próprio circo, usando materiais que restaram do circo que a família tinha deixado para trás. Os novos artistas são amigos e vizinhos que ele convidou para participar e ensinou um pouco da arte circense. “Quando Jonas me convidou para assistir um espetáculo na casa dele, e eu vi aquele circo no quintal, tão mágico, senti que ali tinha um filme. Primeiro pensei que era um filme sobre circo. Mais tarde entendi, que era um filme que falava através do circo, sobre os sonhos da gente e o que fazemos com eles quando a gente cresce”, diz Paula.

O longa já percorreu mais de 30 festivais e levou prêmios no México, Estados Unidos, Espanha e na França. Foi o único representante latino-americano no IDFA – International Documentary Film Festival Amsterdam. No Brasil, ganhou Melhor Longa pelo Júri Especial no Festival Panorama de Cinema 2016, Prêmio Destaque do Cine Esquema Novo 2016 e Menção Honrosa do Júri do Cachoeira Doc 2016.

O longa estreia no CineBancários no dia 16 de março, na sessão das 17h, atraves da Sessão Vitrine Petrobras Os ingressos podem ser adquiridos no local a R$10. Estudantes, idosos, pessoas com deficiência, bancários sindicalizados e jornalistas sindicalizados pagam R$5.

COMENTÁRIOS