Inaugurada Casa de Pelotas no Mercado Público

A ideia é que a Casa seja uma espécie de consulado de Pelotas em Porto Alegre, um ponto de encontro para atividades culturais, como lançamento de livros e tudo o que se relacione com Pelotas, além de toda a tradição doceira da cidade. Portanto, pelotense ou não, marque um encontro na Casa de Pelotas.

 

Os porto-alegrenses já podem conferir a tradição doceira da cidade de Pelotas no Mercado Público. A Casa de Pelotas, foi inaugurada no dia 20 de dezembro de 2007, com três lojas nos altos do Mercado. O ato de inau­gu­ração contou com as presenças dos prefeitos José Fogaça,de Porto Alegre e Adolfo Antônio Fetter Júnior, de Pelo­tas. Também participaram da inauguração, o titular da SMIC, Idenir Cec­chim, a primeira-dama de Pelotas, Leila Fetter, e secretários municipais de Porto Alegre e Pelotas. “É uma grande honra para Porto Alegre abrigar este espaço no Mercado, o centro da vida da cidade. Isso representa a integração dos municípios do nosso Estado e a valorização da cultura gaúcha, seja pela música, arquitetura ou pela culinária”, disse o prefeito Fogaça ao destacar as ações da Secretaria Municipal da Indústria e Comércio no desenvolvimento do projeto em parceria com o município pelotense. A Casa de Pelotas no Mercado ocupa 90 metros quadrados, sendo destinada à promoção, divulgação e marketing das po­tencialidades da gastronomia pelotense, assim como a cultura e tradição da cidade. O espaço inclui a gastronomia da região Sul do estado, com ênfase nos doces produzidos arte­sanalmente, conhecidos em todo o Brasil e considerados pela UNESCO como patrimônio histórico, herdados da tradição portuguesa/açoriana.

 

Marque um encontro na Casa de Pelotas

A Casa de Pelotas, é o resultado de uma parceria através da OCIP Portal Vencer e as prefeituras de Porto Alegre e de Pelotas, depois de um ano de tratativas. Diz Carlos Mario A. Santos, Secretário do Desenvolvimento Econômico de Pelotas que a casa deve servir como espaço de divulgação da cultura pelotense, promovendo eventos que valorizem os artistas, escritores, divulgação da arte e do turismo, principalmente do carnaval, o turismo da costa doce, duas grandes atrações de Pe­lotas e região. A proposta é reunir as pessoas para comer um bom doce, tomar um bom champanhe ou um cafezinho e fazer do espaço um meio de divulgação da história, cultura e tradição de Pelotas.

Enfim, uma casa para os riograndenses se encontrarem em nome do bom gosto, do prazer e satisfação para desfrutar de toda a tradição dos doces de Pelotas. Adolfo Antonio Fetter, Prefeito de Pelotas, informa que os doces de pelotas passam por fase de certificação, sendo feitos com as características fiscalizadas. Já o Cônsul da Casa, Darci D’Ávila Ferreira, informa que a idéia é que a Casa de Pelotas possa atrair os 17 mil pelotenses que estão em Porto Alegre e aqueles que por aqui circulam, abrindo a possibilidade para que os mesmos tenham oportunidades de fazer negócios na capital .
Gabriele Rocha, Rainha da 16ª FENADOCE lembra que Pe­lotas é uma cidade com um povo muito hospitaleiro e convida a todos para visitá-la e que prestigiem a grande festa que acontecerá entre os dias 4 a 22 de junho. Mas até lá, conheça este pedacinho de Pelotas em Porto Alegre que é a Casa de Pelotas no Mercado Público.

COMENTÁRIOS