Funmercado discute melhorias no Mercado

A última reunião da Junta que gere o Mercado, deixou todos os lados satisfeitos. Para o titular da SMIC, secretário Idenir Cecchin o importante é que as reuniões para discutir o Funmercado possam contar com sugestões e idéias dos componentes no sentido de fazer um planejamento mais global das ações do Mercado e não apenas aprovar contas.
Será possível fazer uma manutenção preventiva, diz o secretário, para que o Mercado não tenha que parar para sofrer grandes intervenções. Ele exemplificou, está reforma que o Mercado está passando, na sua opinião, transcorreu bem, sem que os permissio­nários tivessem que parar suas atividades. Para ele o importante é estabelecer um cronograma e que o Funmercado mantenha um equilíbrio financeiro entre gastos e receita e tenham saldo no caixa para que ocorra uma manutenção permanente.

Quanto à limpeza ele informa que já está sendo proposta uma nova licitação. “O Mercado Público não deve ser um shopping, mas a limpeza, e os banheiros devem ser muito bem cuidados para se fazer disto um novo chamamento para o Mercado”, afirma, lembrando também que todos os permissio­nários tem que participar e fazer sua parte na limpeza. O presidente da ASCOMEPC, Fortu­nato Garcia Machado afirmou: “Que as decisões tomadas demonstram maturidade e sabedoria dos integrantes da junta.” Ele também afirmou que foi uma reunião extensa porém produtiva. Ressaltando que com as novas permissões o Funmercado terá aumento de quase 20% em sua receita, “gostaria de parabenizar o setor de próprios da SMIC pelo trabalho”. Lembrando ainda que de acordo com as tratativas da reunião os vestiários serão reformados com a ampliação dos sanitários. Tendo o apoio da junta.

Para o secretário “quem operar os banheiros tem que ter uma visão de prestação de serviço adequada: tem que fazer uma reforma, nas catracas, nas portas e principalmente apresentar um projeto de modernização, inclusive com economia de água e energia”. Ele lembra também que em 2008, com a saída dos camelôs do entorno, o Mercado deverá desafogar. Ainda sobre o Funmercado, o presidente Fortunato acha que as reuniões deveriam acontecer mais vezes, a cada três meses, “para planejar o Mercado, até porque as pautas são muito extensas. Nesta última reunião foram 20 pautas analisadas, 12 propostas pela Smic e 8 pela associação”, finaliza.

COMENTÁRIOS