Fundação Iberê Camargo promove neste final de semana atividades culturais para todos os públicos

Neste final de semana (23 e 24/09), a Fundação Iberê Camargo irá promover diferentes atividades para os seus visitantes. A programação contempla a exibição de “Contos da noite”, de Michel Ocelot, visitas mediadas à exposição NO DRAMA e palestra com o Lama Padma Santem, em parceira com o Centro de Estudos Budistas Bodisatva.

Exposição NO DRAMA                                                     Foto: Nilton Santolin/Divulgação

Inicialmente a fundação abrirá para visitação apenas com a exposição NO DRAMA, localizada no quarto piso, com visitas mediadas pelo curador Eduardo Haesbaert no sábado, às 16h, e no domingo, às 15h. O segundo e terceiro pisos, bem como o átrio, estarão fechados para montagem da exposição coletiva “Vivemos na melhor cidade da América do Sul”. Com curadoria de Bernardo José de Souza e Victor Gorgulho, a mostra abre ao público no dia 30 de setembro.

Na tarde de sábado, em parceria com o Centro de Estudos Budistas Bodisatva, ocorrerão três atividades gratuitas para o público, como parte da programação do Festival da Primavera.

Exposição NO DRAMA                                                   Foto: Nilton Santolin/Divulgação

Às 15h, no Auditório, acontece a palestra “O real e o ilusório: conexões entre o budismo e a arte”, com Lama Padma Samten e Elaine Tedesco. Também às 15h, inicia a oficina “Brincar e Atenção Plena”: Meditação em movimento para crianças de 5 a 9 anos, com práticas inspiradas no trabalho de Susan Kaiser. Pra fechar a tarde, às 17h30 acontece a oficina “Nosso Brinquedo”- com o grupo Toque de Comadre, um espetáculo interativo para adultos e crianças brincarem juntos e conhecerem um pouco mais da cultura popular brasileira.

Lama Padma Santem                                               Foto: Divulgação

No domingo, às 16h, tem sessão especial para crianças no Cine Iberê, com Contos da noite (1h24min, 2011, França), de Michel Ocelot. Na animação de Ocelot, todas as noites, uma menina, um menino, e um velho técnico se reúnem em um pequeno cinema. Embora o lugar pareça abandonado, ele é cheio de magia. Os três amigos pesquisam, inventam, desenham e se vestem como diversos personagens, a cada noite, encenam uma história, uma fantasia. Há bruxas e fadas, reis poderosos​​, lobisomens, belas e cruéis mulheres, catedrais e cabanas de palha, cidades de ouro e florestas escuras. Eles se sentem vivendo uma noite mágica em que tudo é possível. A exibição de Contos da noite integra o programa Fábulas | Máscaras | Sombras – atividade cinematográfica paralela à exposição NO DRAMA, e tem curadoria de Marta Biavaschi.

 

Abaixo, confira a programação completa:

23/09 – SÁBADO

14h – 19h | Visitação

15h | O real e o ilusório: conexões entre o budismo e a arte, palestra com Lama Padma Samten e Elaine Tedesco.

*Distribuição de senhas a partir das 14h na recepção da Iberê.

Elaine Tedesco. Doutora em Poéticas Visuais pela UFRGS (2009). Participou da 52ª Bienal de Veneza, 2007 e das 2ª e 5ª edições da Bienal de Artes Visuais do Mercosul, 1999 e 2005. Coletivas: 2017. Proposições Contemporâneas, MARGS. 2016. The Sea, Art and Other Sustainabilities, Berlim. 2015. Distanz, Instituto Goethe, Porto Alegre; Inter|dito. MUNA, Uberlândia e Galeria Mamute, Porto Alegre. 2014. Residência artística em Berlim a convite do Instituto Goethe Porto Alegre. 2013. Ninhos e o arquivo agora, Porão do Paço Municipal, Porto Alegre, RS. Fazer e desfazer a Paisagem, Museu de Arte Contemporânea do Rio Grande do Sul. 2012 – Transição, Galeria Leme, São Paulo. 2011- Do atelier ao Cubo Branco, MARGS e Museu Sensível, MARGS, Porto Alegre. 2010 – Residência artística no SAM Art Projects, e exposição Parcours Saint-Germain, Paris, França. 2008. Lugares Desdobrados, Fundação Iberê Camargo.

Lama Padma Samten. Físico, com bacharelado e mestrado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Alfredo Aveline foi professor de física de 1969 a 1994. Neste período, dedicou-se especialmente ao exame da física quântica, teoria na qual encontrou afinidade com o pensamento budista. No início dos anos 80, intensificou seu interesse pelo budismo e em 1986 fundou o Centro de Estudos Budistas Bodisatva (CEBB). Em 1993, foi aceito como discípulo por Chagdud Tulku Rinpoche e em 1996 foi ordenado lama, título que significa líder, sacerdote e professor. Em Viamão (RS), onde reside, está situada a sede do Instituto Caminho do Meio – Centro de Estudos Budistas Bodisatva (CEBB), entidade que dirige. Seu trabalho está voltado à orientação das atividades de seus alunos, através do estudo, da prática de meditação, de retiros e, sobretudo, através do auxílio na compreensão da espiritualidade e da cultura de paz como caminho para que desenvolvam boas relações no ambiente onde vivem.

15h – 16h30 | Oficina “Brincar e Atenção Plena”: Meditação em movimento para crianças, com práticas inspiradas no trabalho de Susan Kaiser.

Público: crianças de 5 a 9 anos

Número de participantes: 15

Condução: Tatiana Klein e Fernanda Klein, Educadoras da Escola Caminho do Meio.

 

17h30 – 18h30 | Oficina “Nosso Brinquedo”- com Toque de Comadre

Nosso Brinquedo é um espetáculo interativo para adultos e crianças, uma oportunidade para brincarmos juntos e conhecermos um pouco mais da cultura popular brasileira. O espetáculo passeia por vários festejos populares, como o Côco pernambucano, no cortejo de abertura; o Samba de Roda da Bahia na “Festa da Burrinha”, com a participação das crianças do Toque de Comadre; o Cacuriá maranhense em várias canções e brincadeiras que não deixam ninguém ficar parado; passando pelo forró e o xote, e uma releitura própria de figuras fantásticas como o Boi, presente em vários folguedos do país, e o Jaraguá, do reizado cearense.

 

16h | Visita mediada à exposição NO DRAMA com o curador Eduardo Haesbaert

NO DRAMA apresenta face pouco conhecida da obra de Iberê Camargo, a saber, sua relação com a dramaturgia. A mostra exibe telas, painéis, fotografias e estudos, e até mesmo um vestido, os quais reverberam o dinamismo de um artista que fazia dos sábados em sua casa, e de suas sessões de pintura, momentos de criação, ilustração e convivência com artistas e intelectuais das mais variadas origens.

 

24/09 – DOMINGO

14h – 19h | Visitação

15h | Visita mediada à exposição NO DRAMA com o curador Eduardo Haesbaert

16h | Cine Iberê

Contos da noite, de Michel Ocelot, (1h24min, 2011, França)

*Sessão especial para crianças | projeção do filme em versão dublada

Para assistir o trailer, acesse: https://vimeo.com/68221584

Filme de animação de Michel Ocelot, no conto de fadas Contos da noite, todas as noites, uma menina, um menino, e um velho técnico se reúnem em um pequeno cinema. Embora o lugar pareça abandonado, ele é cheio de magia. Os três amigos pesquisam, inventam, desenham e se vestem como diversos personagens, a cada noite, encenam uma história, uma fantasia. Há bruxas e fadas, reis poderosos​​, lobisomens, belas e cruéis mulheres, catedrais e cabanas de palha, cidades de ouro e florestas escuras. Eles se sentem vivendo uma noite mágica em que tudo é possível.

Michel Ocelot nasceu em 1943 na Côte d’Azur, França, mas passou a infância em Guiné, oeste da África. Considerado um mestre da animação, Ocelot elabora os roteiros de seus filmes a partir de referências estéticas e narrativas dos contos tradicionais de diversas culturas, buscando valorizar as diferenças étnicas, religiosas e culturais. Seus filmes trazem o universo de príncipes, princesas, fadas, feiticeiras e o famoso menino africano Kirikou. Formou-se em Artes na École régionale des Beaux-Arts, em Angers, na École Nationale Supérieure des Arts Décoratifs, em Paris, e no California Institute of the Arts, em Los Angeles, e iniciou-se na animação fazendo curtas-metragens e séries de TV. Mas foi o seu primeiro longa-metragem, Kirikou e a Feiticeira (1998) que o tornou conhecido do grande público. O filme conquistou diversos prêmios, entre os quais o Grand Prix em Annecy. Ocelot dirigiu também os longas: Príncipes e Princesas (2000), Kirikou e os Animais Selvagens (2005) e As Aventuras de Azur e Asmar (2006).

A exibição de Contos da noite integra o programa Fábulas | Máscaras | Sombras – atividade cinematográfica paralela à exposição No drama, e tem curadoria de Marta Biavaschi.

Distribuição Zeta Filmes | sessão única | entrada gratuita

 

COMENTÁRIOS