Frutas e saladas, fazendo bonito nas festas

Frutas e saladas,

fazendo bonito nas festas

 

Cumprindo muitas vezes um papel decorativo, as frutas são presenças obrigatórias numa boa mesa de festas. Das mais simples, nacionais, ou exóticas, importadas, elas nunca são esquecidas: uva, maçã, pêra, graviola, temóia, (chilena, mas agora também produzida no nordeste) pinha, jambo, caju, mangostim qrila­sali, physalis, (colombiano), tem para todos os gostos e finalidades. “Depende do bolso de cada um”, diz  Celso Ros­sato,  gerente da Banca 10. Ele destaca maracujá doce, tanto para fondue ou decoração, figo maduro. Já para combinar com queijos e vinhos, sugere uvas, moranguinho, framboesa natural, ou amora.  Ta­marindo é muito usado para fazer licores, geléias. E o sapoti, parecido com pu­puaçu, com uma massa doce, também é muito procurado. As frutas exóticas, diz, são mais procuradas para mesas mais sofisticadas, com um público diferenciado. A banca recebe essas frutas três vezes por semana. Assim co­mo outras bancas do Mercado, Celso não monta mesas, nem cestas.

 

COMENTÁRIOS