Flores para a raiz africana

Foto: Gabriela da Silva

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Aconteceu dia 8 de dezembro, no centro do Mercado, celebração em homenagem a Mãe Oxum, orixá das águas e dona do amor.

 

A Festividade Mãe Oxum (Nossa Senhora da Conceição no catolicismo) foi promovida e organizada pelo Centro Axé de Ogunjá, do Pai Paulinho Xoroquê. Na sua 13º edição, o evento do sincretismo, religião de raiz africana, tem a intenção de pedir a paz e ao mesmo tempo oportunizar o encontro com a fé, o amor, a fertilidade e a abundância. “Aqui é um lugar central, onde existe uma força mágica e uma energia muito grande do pai Obará”, ressalta Pai Paulinho.

Cássio Henrique da Silva, que passava pelo local, se encantou com o evento, que reuniu várias pessoas. “Isso confirma que o Mercado não é um espaço só do comércio. Ele traz uma tradição de ancestralidade dos negros que construíram esse lugar”, diz. O encontro aconteceu das 8h às 17h no marco do Bará do Mercado, onde foram oferecidas bênçãos, fitas, flores e perfumes aos passantes.

 

COMENTÁRIOS