Feira do Gibi – 5 anos em cartaz

Criada em 2003, mas somente oficializada por decreto de lei do então vereador Juarez Pinheiro (PT) em 2005, tendo o atual vereador Adeli Sell (PT), na época o Secretário da Indústria e Comércio, como principal mentor, a Feira do Gibi completou em maio, cinco anos de existência. Paulo Tortorelli, funcionário publico estadual e um dos expositores da Feira, está nela desde o início.

Ele diz que coleciona gibis desde pequeno. Assim como os demais, não possui loja ou ponto de venda. Alguns expõem em outros lugares durante a semana, como João Moacyr Boff e José Azambuja, que aos domingos estão no Brique da Redenção. Em apenas cinco anos, a Feira já formou um público fiel. “As raridades no primeiro dia da feira já se vão todas. São muito procurados desenhos de Alex Ross, roteiros do Frank Miller, Elektra, coisas muito procuradas pelo pessoal”, diz Tortelli. Amaral da Costa. 
Outro expositor assíduo e dos primeiros e Vanderlen Amaral da Costa. “A gente compra, vende, troca e também coleciona. Eu lido com gibi desde 1944. Acho muito importante, sempre colecionei, continuo gostando”, diz. Ele é um dos que lida com os históricos gibis que povoam a infância e a adolescência de muitos que freqüentam sebos, feiras e antigüidades atrás de preciosidades com “Os Sobrinhos do Capitão”, “Garfield”, “Recruta Zero”, “ Mortadela e Salaminho” e muitos outros, inclusive gibis de “faroeste” e graphic novels, para os mais contemporâneos.  “Estas coisas a gente sempre tem que ter na banca porque, se tiver uma sacola cheia, sempre tem mercado para este tipo de quadrinho”, diz o veterano Vanderlen.
Os preços variam, entre os módicos R$ 3,00 a R$ 40,00 para alguma raridade mais disputada. O público é o mais diversos possível, de crianças a adultos, muitos vindos do interior e os expositores têm em comum, além dos procurados gibis, o propósito de reunir títulos raros e incentivar o público mais jovem a ler e cultivar os gibis. A feira é mensal, realizando no primeiro sábado de cada mês e duas vezes por ano, em cada semestre, tem duração de uma semana, sempre no 2º piso do Mercado Público.

 

 

 

 

COMENTÁRIOS