Eu no Mercado

Paulo Marson, Adriana Marson e Jean Marson

A gente não vem muito seguido, mas uma vez por mês a gente vem para comprar peixe e bacalhau. Moramos aqui, mas somos naturais da serra. A gente traz ele para passear, passamos toda a semana longe dele, praticamente. No fim, de semana queremos passear com ele. A gente encontra de tudo aqui, né? Eu prefiro comprar aqui porque é tudo fresquinho.

 

 

 

Cláudia Rovari, Hugo Solar e Laura

É a primeira vez que a gente vem com ela. Viemos comprar peixe. Trouxemos ela porque melhorou o tempo e já está na idade de começar a passear. Gostamos muito do Mercado, é muito legal. Vamos tomar um sorvetinho também, né? No Mercado se faz uma compra diferente, se vê gente diferente, se passeia. Todo o mercado público em todas as cidades carrega a cultura da cidade.

 

 

 

Maicon Rodrigues Peglow, Le­tícia Zanetti da Silva e Felipe Peglow

Sou padrastro. Todo final do mês a gente vem buscar uma carne, um queijo. Hoje tive que trazer por quem não tinham com quem ficar. É importante que as crianças venham para aprender a cultivar, saber onde comprar uma carne, um queijo, uma erva, qualquer coisa. Venho aqui desde o tempo do meu pai.

 

 

 

Tatiane Araújo Martins

Tenho 26 anos, sou comerciante e venho no Mercado desde criança. Venho aqui geralmente a trabalho. Meu pai é daqueles gaúchos, gaúcho mesmo, aprendi a tomar chimarrão com ele, sempre vinha com ele comprar erva aqui. Gosto de tudo aqui, do bolinho de bacalhau do Naval. É muito bom.

 

 

 

COMENTÁRIOS