Essencialmente artesanal

Essencialmente artesanal

 

Banca 83 do Mercado reabre em novo formato: agora a antiga pastelaria Nova Vida dá lugar ao Restaurante e Choperia Essencial.

 

Há 14 anos no Mercado, o proprietário Rodrigo Tomasel resolveu transformar o Nova Vida em um novo espaço voltado para a cultura cervejeira artesanal. “Quando eu vim para cá, era somente uma pastelaria. Aos poucos eu fui introduzindo refeições. E agora a gente fez a parada de 14 meses para a reforma e voltamos servindo forte chope artesanal, cerveja artesanal e refeições”, conta. São seis torneiras de chope, por onde circulam seis estilos diferentes de cerveja artesanal gaúcha, com trocas periódicas tanto de rótulos quanto de microcervejarias. Além da novidade, o espaço continua oferecendo opções em garrafa, em especial de microcervejarias do Centro-Sul do país e algumas importadas, como uma Pilsen da República Tcheca e uma Trapista da Bélgica. A equipe do Essencial é composta de dez pessoas, incluindo dois sommeliers de cerveja: além do próprio Rodrigo, Guilherme Nonoai, gerente da casa, ambos dispostos a explicar aos clientes algo sobre estilos e sugerir harmonizações. A presença dos sommeliers também determina um diferencial: cada estilo é servido em seu copo específico.

Foto: Letícia Garcia

 Novidades

O Essencial ocupa o mesmo espaço físico da antiga pastelaria, mas com novo visual. O balcão com as torneiras, novas mesinhas e bancos, ar-condicionado, TV a cabo para o futebol e uma iluminação de led compõem o espaço interno. A área de mesas ganhou um deque que a nivela com o corredor do Mercado. Além disso, a cozinha foi totalmente remodelada, com nova câmara fria e equipamentos, com uma moderna coifa e um forno combinado. Tudo para ampliar o cardápio de refeições. Os conhecidos nhoque de carne de panela e carreteiro de charque ganham a companhia de opções como salmão com legumes salteados, filé de anjo com molho de camarão, entrecot com arroz à grega, picanha com farofa e filé à parmegiana. Para o happy hour, petiscos à base de salame, alguns embutidos, sanduíche aberto e bolinho de bacalhau. Um espaço para apreciar boa comida e boa cerveja artesanal no Mercado Público.

 

 

Foto: Fabrício Scalco 

COMENTÁRIOS