HomeEspecial

Especiarias e especialidades

ESPECIAL, Natal

 

Especiarias
Elas são cobiçadas desde a antiguidade, em certas épocas chegaram a custar mais caro que as jóias. São fundamentais no sabor final da comida, das mais simples às mais sofisticadas, e por causa delas homens em frágeis naus medievais se jogaram no mar, em busca desta preciosidades que só haviam no Oriente. São também muito importantes para a conservação dos alimentos. Muitas vezes são perceptíveis apenas no paladar, portando devem ser utilizadas com bom senso para evitar desequilíbrios nos pratos preparados.
Aqui algumas delas: Açafrão, anis, baunilha, canela em casaca , canela em pó, cardamono, cravo da índia, endro, gengibre, noz moscada, pimenta branca moída, pimenta do reino verde, zimbro. Também são encontráveis no Mercado muitas especialidades, como: nozes, castanhas, passas, frutas cristalizadas, amêndoas, tâmaras, ameixas

Bacalhau com especiarias

Bacalhau é sempre uma sugestão que todos lembram para as festas de fim de ano. Anibal Bertuo, que frequenta o Mercado Público desde os seis anos, diz que neste natal e ano novo vai atacarde bacalhau e chester, com muitas castanhas e nozes. Habitué do Mercado, como ele se define, também lembra o velho e bom peru, porém com acompanhamento de bacalhau. “Quase todos os sábados estou aqui. Venho desde pequeno, na Banca 40, aquilo parece um ritual. Há muitos anos que o Mercado vem abastecendo a nossa ceia”, diz, lembrando ainda a importância do charme que o Mercado.

RECEITA

Salada de manga com peito de peru defumado, acompanhada de molho rosé
· Pernil recheado com damasco
· Arroz tricolor (enforma-se o arroz e colocam-se as camadas de beterraba e açafrão)
· Champanhe
Sobremesa
·Torta de Nozes

Outras receitas

Salpicão de frango
· Lombo à califórnia (carne assada com guarnição de pêssegos, figos, ameixas em calda e farofa)
· Arroz à baturité (arroz com castanhas de caju e passas)
· Vinho branco
· Pudim de Nozes

 

DEPOIMENTO

Frutas secas, obrigatórias na Ceia de Natal.
“Sempre tive o costume de comprar frutas secas, castanhas e peixe. Frutas secas sempre, não podem faltar, para comer durante a ceia. Faço bacalhau com purê de batata”, diz Lilian Troviscal. Diz que também compra as frutas no Mercado, mas não é tantm vinho com mais frequência. “Gosto muito daqui, do ambiente, de passear, olhar as bancas. Eu sempre vinha com a minha mãe, foi assim que eu aprendi a vir aqui. É uma coisa que mantém a tradição da cidade.”

COMMENTS