Delícia de todas as gerações

APRECIADORES

Delícia de todas as gerações

Apreciado por todos, dos 8 aos 80 anos, o sorvete atravessa gerações como uma das grandes preferências em todo o mundo. E no Mercado, tem um mundo de novidades dessa delícia. Diariamente milhares de pessoas – clientes, frequentadores e turistas são vistos em suas bancas se refrescando com estas saborosas maravilhas. Ou comprando ingredientes para fazer suas próprias receitas. Aqui, alguns deles.

Helena Candido, bibliotecária, 55 anos, para ela o Mercado é uma tradição:

“Para mim, o Mercado é tudo de bom. E acompanhado de um sorvetinho, melhor ainda. Eu trago toda a família aqui. Quando eu vou ao Centro dar uma corridinha, eu venho sozinha. Mas eu trago, desde os netinhos. Minha mãe morreu com 90 anos, mas até os 89 ela vinha, tomar sorvete. Eu passo por aqui e já venho tomar uma bomba Royal (da Banca 40). É o preferido, ou salada de frutas com nata. A nata daqui não tem igual, não existe – é muito boa. O Mercado é a tradição, é nosso mesmo, é gaúcho. Gaúcho que não vem ao Mercado não é gaúcho”.

Lourdes Nunes, professora, 54 anos, vai ao Mercado para comprar os preparos e fazer tudo em casa:

 “Sempre venho comprar os produtos. Faço sacolé, cremoso e de fruta, para ter uma renda extra, e para a família também. Aqui é na base de R$ 1,00 o pacotinho com 100 gramas, e vendo por R$ 0,50 – dá um lucrinho bom. Os sabores que mais saem são morango, ‘morangurte’, que é cremoso, chocolate e leite condensado. E depois de frutas são uva, maracujá e laranja. O Mercado é maravilhoso, porque tudo o que tu procurar, não só em questão de sacolé, mas em tudo, tem aqui e com preço bem acessível. Quem tiver a possibilidade de fazer (sorvete em casa), faça, porque é bem legal e dá um lucro”.

Tatiane Carvalho, professora, 31 anos, acompanhada da amiga Isabela Guimarães, bancária de 42, na Banca 40:

“Venho com certa freqüência, mais nas férias. É muito bom o sorvete daqui. Eu estou comendo a banana split, que eu já conhecia, e ela está provando o Revolução Farroupilha. Geralmente como sorvete com frutas ou nata. Venho tomar sorvete aqui no Mercado  para interagir, para ver gente diferente, num lugar tradicional da cidade”.

Fotos: Letícia Garcia

COMENTÁRIOS