Da ciência da tecnologia para a ciência dos doces

Os meses iniciais do ano são sempre reservados a diversos tipos de festejos, sejam eles aniversários, casamentos e formaturas, o mais rotineiro devido ao período. Diante disso, a coluna Cozinhando com o Senac de fevereiro traz três receitas clássicas de diferentes tipos de canapés, sempre presentes em eventos de formandos.

 

COZINHANDO COM O SENAC, por Faculdades Senac

Quem apresenta as delícias salgadas na ocasião é a professora do Curso de Confeiteiro da Faculdade Senac Porto Alegre, Claudia Vitória, docente da instituição desde setembro de 2018, quando entrou para o núcleo de docentes a fim de substituir um professor. Claudia, que fez o mesmo curso em 2014, acabou sendo efetivada na vaga e hoje divide-se em uma rotina bem movimentada.

“Quando criança, sempre me chamava a atenção os doces, como tortas, balas… amo essa área”, diz a professora. Ela também lembra com muito carinho da primeira vez que preparou um doce. “Com cinco anos, fiz uma geleia de morango num pote de azeite. Queimei o cabelo e tudo (risos).”

Depois de morar por mais de duas décadas em Tubarão/SC e ser criada pela avó Maria, a gaúcha, que foi ainda bebê para o estado vizinho, decidiu retornar aos pampas a fim de iniciar os estudos na área da computação na Universidade Luterana do Brasil (Ulbra), em Canoas. Após cursar quase metade do curso de Tecnologia de Informação, ela não resistiu à sua verdadeira paixão por doce: resolveu abandonar a área de TI de vez e iniciar o seu negócio pessoal, um site voltado a bolos, tortas e doces. E isso foi logo após o nascimento do Vinícius, o seu único filho, de 10 anos.

Vendendo lanches por encomenda, Claudia resolveu se especializar e formou-se no curso de Confeiteiro e Padeiro com o professor André Damin, que já teve passagem aqui pela coluna e que, por ironia do destino, foi o professor que ela substituiu no ano passado. “Até hoje faço encomendas e dou aulas particulares, exceto de salgados, que deixo para a minha mãe, Sônia, que tem um pouco mais de tempo e que também entende bem”, declara.

Claudia trabalha há 14 anos na área, na qual se especializou com mais de 20 cursos. Além de ensinar alunos no quarto andar da Gastronomia da Faculdade, Claudia segue dando aulas na Casa do Padeiro, Lojas Lina e Martini 141, localizada no próprio Mercado Público. Também, claro, reserva um tempinho no final de semana para colocar em prática na sua segunda paixão: trilhas. “Quase todo o final de semana, viajo, faço trilha e acampo com amigos que conheci na Trip Tri”, relata.

 

CANAPÉS

Canapé

Ingredientes

2 pacotes de pão de sanduíche integral ou branco

½ patê de gorgonzola

200 g de nozes chilena

Salsinha para decorar

 

Modo de preparo

Corte o pão no formato desejado e leve para torrar. Sempre vire as torradinhas. Asse em forno a 180 °C. Monte com bicos de confeitar e decorar.


Canapé Blini

Ingredientes:

250 g de farinha de trigo

55 g de manteiga

10 g de fermento químico

450 mL de leite

2 ovos

3 g de sal

 

Modo de preparo

Em uma tigela, misture a farinha, o sal e o fermento. Com um batedor, incorpore os ovos batidos e o leite à massa. Derreta a manteiga e acrescente-a à massa, batendo bem. Deixe essa massa na geladeira de 30 minutos a 2 horas.

Em uma frigideira quente, adicione um pouco de manteiga e espalhe-a bem. Se possível, limpe o excesso com um pouco de papel toalha. Com uma colher de sopa, despeje pequenos círculos de panquecas com cerca de 4 cm de diâmetro. Assim que começarem a aparecer bolhas na superfície das panquequinhas, vire-as com uma espátula para dourar do outro lado. Vá reservando as panquecas em um prato.


 

RECHEIOS

Canapés de pão torrado com pasta de azeitona preta, decorados com azeitona, e canapés de pão torrado com creme de gorgonzola, decorados com nozes e salsinha.

Pasta de azeitona preta

Ingredientes

200 g de ricota fresca

150 g de cream cheese

100 g de azeitona preta

Creme de leite (quanto bastar)

Sal e pimenta-do-reino (quanto bastar)

Azeitona preta para decorar

 

Modo de preparo

Em um processador, bata a ricota, depois misture a azeitona e o cream cheese, por último o tempero e o creme de leite até a consistência desejada. Bastante creme de leite se quiser mais líquido ou pouco se quiser usar em um bico de confeitar.

Observação: A azeitona pode ser substituída por peito de peru, salame, salmão defumado, recheio de camarão (refogado) ou frango.


Pasta de cenoura

Ingredientes

Canapés blini com pasta de camarão, decorados com camarão, e canapés de pão torrado com pasta de cenoura, decorados com pimenta biquinho.

200 g de ricota fresca

150 g de cenoura

10 g de mostarda

Sal e pimenta-do-reino (quanto bastar)

Pimenta biquinho para decorar

 

Modo de preparo

Em um processador, bata a cenoura e depois adicione a ricota. Por último, adicione a mostarda e o tempero.

 

Observação: Se ficar muito mole, acrescente mais ricota ou, para ficar cremoso, adicione cream cheese aos poucos.

 

Fotos: João Rosa

COMENTÁRIOS