“Cozinhar é fantástico”, o amor de um professor pela gastronomia

Mauro Severo

Cozinheiro e professor de gastronomia da Faculdade Senac Porto Alegre. Com formação na área, trabalhou nos hotéis Deville, Novotel, Mercure e Swan, além de ter comandando as aulas na cozinha do Senac Comunidade.


 

Se tem uma pessoa sempre disposta a ajudar e a colocar a mão na massa, esse cidadão se chama Mauro Severo. Natural de Porto Alegre, “Maurinho”, como é chamado o professor do curso de cozinheiro na Faculdade Senac Porto Alegre, vive desde pequeno na cidade de Cachoeirinha. Com seus “47 anos bem vividos”, teve dois filhos, Luciano, de 19, e Letícia, de 22. É casado com Rosane Chamun, esposa que ele conheceu há mais de duas décadas em Tupanciretã, no interior do estado. A gastronomia entrou na sua vida no início dos anos 1990, quando fez o curso de cozinheiro no antigo Senac Centro, hoje Faculdade Senac. Por se destacar na cozinha, após a formatura, foi convidado para trabalhar como monitor e, mais adiante, para substituir professores no curso de cozinheiro internacional.

Passados três anos, o docente resolveu “sair para o mundo” até se encontrar no ramo hoteleiro. “Tive muita prática, técnica e conhecimento”, recorda ele, ao ter passado por grandes hotéis da capital. As experiências, inclusive com o seu próprio restaurante inaugurado em 2000, renderam-lhe uma oportunidade no recém fundado Hotel Deville, na Zona Norte de Porto Alegre. Mais tarde, entrou para o time do Novotel da Carlos Gomes, onde permaneceu por 10 anos. Mauro lembra dessa época com muito carinho e gratidão pelas experiências e oportunidades que agregaram o seu currículo.

E foi entre a passagem pelas cozinhas de grandes hotéis da cidade, que lhe exigiam muito comando, disciplina e determinação, que Mauro recebeu um dos telefonemas mais significativos da sua vida: o do Senac Comunidade, do Centro Histórico. Era um convite para participar do processo seletivo para docentes de gastronomia. Segundo conta, “a ideia era trazer pessoas experientes a fim de levar conhecimentos e habilidades para as comunidades”. Maurinho, é claro, aceitou o desafio com prazer.

O cozinheiro atribuiu o seu maravilhoso período no Senac Comunidade à diretora da época, Cecília Grinberg, pois, segundo ele, “a confiança e a segurança que ela transmitia tranquilizavam todos que estavam iniciando”. Em 2015, após muitas aventuras na carreira, inclusive dando aulas em presídios da capital, a diretora o indicou para ser professor da Faculdade Senac. “O Comunidade mudou a minha vida e me abriu as portas para o lugar onde estou hoje, as cozinhas da Faculdade Senac Porto Alegre.”

Desde então, Mauro, que também tem entre as suas paixões os seus animais de estimação e as suas plantas e hortaliças, já formou mais de mil cozinheiros pelo Senac. Nesta edição do Jornal do Mercado, ele apresenta receitas de Festa Junina, que remetem a sua infância e adolescência. Segundo ele, cozinhar significa liderar, trocar ideias e buscar sempre por desafios.  E finaliza: “Sou feliz em transmitir um pouco do meu conhecimento aos alunos e, é claro, aprender muito com eles”.

 

MUFFIN DE MILHO E RAGU DE CALABRESA

Ingredientes

Massa do muffin

100 g de milho em conserva
30 g de creme de leite ou nata
1 ovo
150 g de farinha de trigo
150 mL de leite
50 g de queijo parmesão
10 g de fermento químico
1 pitada de sal
10 g de açúcar

Ragu de calabresa

200 g de linguiça calabresa moída ou picada
1 dente de alho
1 cebola picada
50 g de extrato de tomate
2 tomates picados
1 ramo de tomilho
1 ramo de alecrim
Sal e pimenta a gosto
Manteiga

Modo de preparo

Massa do muffin

Pré-aqueça o forno a 180 °C, unte as forminhas próprias para muffin e polvilhe com farinha. Bata no liquidificador o milho, o creme de leite, o ovo, o leite, o sal e o açúcar. Em uma tigela, misture a farinha, o queijo e o fermento. Acrescente os ingredientes secos à mistura do liquidificador. Distribua a massa nas forminhas e leve ao forno para assar por aproximadamente 30 minutos ou até dourar levemente.

Ragu de calabresa

Refogue a cebola e o alho na manteiga, acrescente a calabresa picada e em seguida o tomate cortado em cubos. Aromatize o molho com o alecrim e o tomilho e finalize com sal e pimenta a gosto.

 

 

CANUDINHOS DE DOCE DE ABÓBORA E COCO

Ingredientes

1 kg de abóbora em cubos
100 g de coco seco
250 g de açúcar
3 cravos
1 pau de canela
1 litro de água
1 pacote de massa de pastel pequena
Óleo para fritar a massa

 

Modo de preparo

Faça uma calda com o açúcar, os cravos, a canela e a água e acrescente a abóbora em cubos. Deixe cozinhar até desmanchar e acrescente o coco. Enrole a massa de pastel em tubos, frite em óleo quente e escorra. Recheie os canudinhos com o doce de abóbora e cubra as pontas com coco.

 

 

BROA DE FUBÁ COM GOIABADA E ERVA-DOCE

Ingredientes

250 g de farinha de trigo
250 g de farinha de milho média
250 g de açúcar
100 g de margarina
15 g de fermento químico
2 ovos
100 mL de leite
10 g de erva-doce
1 pitada de sal
100 g de goiabada cascão

 

Modo de preparo

Misture todos os ingredientes secos, em seguida, a margarina, os ovos e o leite (menos a erva-doce e a goiabada). Faça bolinhas e no centro delas coloque um cubo de goiabada e aperte de leve. Pincele com a gema e finalize com a erva-doce. Leve ao forno e asse de 15 a 20 minutos em 160 °C

Fotos: João Rosa/FSPOA

COMENTÁRIOS