SMIC sob nova Coordenação no Mercado

“Mercado público é um cartão de apresentação de qualquer cidade”

     O novo Coordenador Administrativo do Mercado Público, o advogado Ricardo Verdi chega disposto a dialogar, fazer parcerias e providenciar melhoras em pontos cruciais do Mercado, como limpeza, vigilância, bem estar dos trabalhadores e banheiros. De saída já enfrentou uma paralisação da Segurança do Mercado.

Desde abril o Mercado Público tem novo Coordenador Administrativo. É Ricardo Verdi, advogado, 59 anos, apresenta-se como um homem de diálogo e parceria. Traz na bagagem larga experiência como assessor parlamentar, atividade que também exercia com o ex-titular da SMIC, Idenir Cecchin. “Todos os pedidos de vereadores e secretários sobre assuntos da Secretaria eram concentrados em mim, que providenciava as respostas”. A sua primeira impressão do Mercado Público é que ele é um cartão de visita e um grande ponto turístico. “Tem pessoas que vêm ao Mercado para tomar um cafezinho, para fazer o rancho, comprar frios, não é um supermercado, aquela coisa impessoal. Por isto é preciso atentar para todos os aspectos, para atender o turista e os consumidores. Aqui quem está atrás do balcão está há 50 ou mais, é diferente.”

Limpeza, uma das prioridades

Feitas as constatações das diferenças e peculiaridades do Mercado, Verdi afirma que é preciso cuidar muito bem dele, principalmente no que diz respeito às questões de vigilância, segurança e limpeza. Está consciente que existem muitas críticas em relação à limpeza. Informa já ter feito reunião com a coordenadora da área, para ter um horário escalonado do recolhimento do lixo, já que cada banca produz resíduos diferenciados, que não devem ser misturados. Reconhece que a “situação está péssima” em relação às lixeiras, diz que a Prefeitura deverá instalar novas lixeiras dentro do Mercado, como as que recentemente foram colocadas nas ruas da cidade.
Prometeu providências em relação ao piso, que era lavado e encerado de 15 em 15 dias, assim também como levantar informações sobre o estacionamento no Largo Glenio Peres. O novo Coordenador não tinha conhecimento sobre pedidos de novos terminais telefônicos no Mercado (muito cobrados por todos), sobre os problemas no piso, recentemente trocado na última reforma, e que apresenta problemas, nem o motivo pelo qual a Procempa retirou dois pontos de Internet dos quadrantes superiores, mas também nesses casos prometeu averiguações.

Em relação ao deck que deverá ser instalado junto aos bares que ficam de frente para o Largo Glenio Peres, informou que o processo está em andamento, mais exatamente na Secretaria de Planejamento. Sobre os banheiros, também vê como problemática a situação, ele próprio às vezes recebendo reclamações de usuários e permissionários. Informou que irá chamar a empresa responsável para mostrar e pedir providências. Outros pontos levantados se referem às providências de melhorar o vestiário interno e uma área de descanso para os trabalhadores e a divulgação do Mercado por parte da Prefeitura, hoje inexistente. “Para isto é preciso parceria, para a gente tentar colocar na mídia, divulgar tanto no aspecto cultural, como comercial.” Um bom começo será a Semana de Setembro, quando pretende inserir o Mercado nas comemorações da Semana Farroupilha tendo já, para isto, reunido com os secretários da Cultura e Indústria e Comércio.

COMENTÁRIOS