Comida saudável, sem abrir mão do prazer gastronômico

APRECIADORES

Comida saudável, sem abrir mão do prazer gastronômico

 

Daniel Vicente Nunes, 30 anos – comerciante

     Eu sou adepto de cozinha japonesa há mais de dez anos, sushi principalmente. Foi uma boa surpresa a ampliação no Mercado Público da oferta dos produtos, principalmente do SushiSeninha, onde sou cliente desde que abriu. Gosto também de niguiri e sashimi de polvo. Prato quente é  Yakissoba de camarão, tepanyaki de linguado ou salmão. Como acompanhamento? Água, principalmente agora com este calor de Porto Alegre.

 

Arthur Bernardi Nunes, 33 anos – comerciante

     Comecei a comer mais por influência dele, meu irmão. E também ao fato do Mercado oferecer mais opções, que nos permitiu aproveitar em horários fora da noite, da janta podendo almoçar a culinária japonesa. Agora temos contato mais vezes com este tipo de comida, com horários mais folgados. É importante porque tem a questão de como desce a comida, não te pesa tanto depois do almoço em que a gente fica “abalado”, praticamente sem gordura nenhuma.

 

Viviane Daniele, 27 anos  

     Uma vez por semana consumo comida japonesa aqui no Mercado. Sou adepta tanto da cozinha japonesa, como chinesa porque tem bastante legumes, massa. É um prato com todos os ingredientes que fazem bem pra saúde, e bem prática de comer. Reveso, uma vez é comida chinesa, outra japonesa. Aqui (no Sayuri) é Yakissoba, de carne ou camarão. Já comi o peixe aqui também, grelhado, muito bom. Saúde, praticidade, legumes, carboidrato, proteínas, tudo junto. Gosto do ambiente, clima mais tranquilo do que aqueles buffets cheios de gente e apertados. Aqui fico mais zen.

 

Lígia Ferreira, 25 anos, funcionária do Serpro

     Gosto da Temakeria desde o tempo que era uma banquinha pequena, sou uma das clientes fiéis – acho que vim até na inauguração e nunca mais parei, virei fá, é bom e barato. Acho que é o mais fresquinho da cidade. O primeiro contato foi curiosidade, o dia que provei o salmão, me apaixonei no primeiro momento. Isto que minha cultura familiar é bem diferente, meu pai cria gado, é só carne e churrasco. Ele provou e detestou, peixe cru, bem capaz! É uma opção mais light. Gosto de sashimi e o Filadélfia, como com refri, suco, cerveja e uma espumantezinha também vai bem. 

COMENTÁRIOS