Cisbra, foco em produtos naturais

Segundo Clovis Thomas, diretor-fundador da empresa, a Cisbra começou em 1992, quando vislumbrou um mercado deficitário de produtos voltados à alimentação integral. A decisão foi começar com o atendimento de farinhas integrais de trigo, centeio e linhaça dourada e marrom.

 

Com o crescimento do mercado e do consumo de produtos integrais voltados a esse segmento de alternativas mais saudáveis, a Cisbra também aumentou a sua linha de produtos, apostando na tendência de mercado. Atualmente, também produz farinhas integrais de cevada, triticale, sorgo, além dos grãos integrais de chia, quinoa, amaranto, flocos de grãos integrais, granolas, pré-mistura para pães, óleo de linhaça e uma linha de produtos destinada ao varejo, chamada Linha Live, que é encontrável no Mercado Público, assim como a tapioca, Lino Oil, Lino Live Bag 250g, cevada solúvel e cevada torrada e moída. Os carros-chefes da empresa são a tapioca e o Lino Oil — que também são os que tem mais saída no MP.

 

Produtos, diferenciais e distribuição

O foco está nos produtos integrais e naturais, sem aditivos químicos e conservantes, buscando alimentos saudáveis. A tapioca foi lançada no momento de aquecimento do mercado. “Possuíamos a matéria-prima e passamos a produzir a tapioca hidratada, que teve uma ótima aceitação. Atualmente é disputada entre as melhores marcas disponíveis.” A Cisbra comercializa os seus produtos para todo o Brasil, desde pequenas mercearias e panificadoras até as maiores indústrias de panificação, massas e biscoitos.

 

A busca da qualidade

O diretor também revela que a empresa possui o programa Top-Cisbra, “que é onde inicia sua proposta de qualidade”. Trata-se do acompanhamento, desde o plantio das lavouras, desenvolvimento das culturas, colheita, classificação, seleção, industrialização, embalamento e entregas. Todos os processos sempre monitorados por equipes profissionais e qualificadas, mantendo laboratórios de análises para checar todos os produtos, garantindo a segurança alimentar para o uso e consumo final.

 

 

COMENTÁRIOS