Capitólio promove mostra inédita de filmes brasileiros

De 12 a 20 de novembro a Cinemateca Capitólio Petrobras promove a mostra Brasil Contemporâneo, contemplando uma programação com sete produções contemporâneas e inéditas em Porto Alegre. Os ingressos para as sessões custam R$ 10,00, com meia entrada para estudantes, idosos e portadores do Cartão Petrobras com acompanhante, além de gratuidade para os funcionários da Petrobras. A bilheteria abre 30 minutos antes de cada sessão.

 

Filmes

DIZ A ELA QUE ME VIU CHORAR
Brasil, 2019, 85 minutos, DCP
Direção: Maíra Bühler
O filme narra o cotidiano de moradores de um hotel social no centro de São Paulo, numa região marcada pelo uso abusivo de crack. Entre escadas circulares, quartos decorados, elevadores lotados e ao som das músicas do rádio, os personagens de ‘Diz a ela que me viu chorar‘ são atravessados por amores tumultuados e pelo espectro da solidão.

VERMELHA
Brasil, 2019, 79 minutos, DCP
Direção: Getúlio Ribeiro
Dois homens viajam até região rural em busca de uma antiga raiz atingida por um raio. Enquanto eles extraem a raiz, Beto auxilia Gaúcho na reforma do telhado de sua casa, que passa a ser ameaçada diariamente pelo fornecedor de materiais de construção por dívidas em atraso.

SEUS OLHOS E SEUS OSSOS
Brasil, 2019, 118 minutos, DCP
Direção: Caetano Gotardo
João, cineasta de classe média, passa por uma série de encontros com pessoas como Irene, sua amiga de longa data; Álvaro, seu namorado; Matias, um rapaz que vê no metrô e com quem se envolve sexualmente, entre outros conhecidos e desconhecidos. Esses encontros o afetam e revelam aos poucos um jogo de tempos que mistura vida e processo de criação, presente e memória.

OS PÁSSAROS DE MASSACHUSETTS
Brasil, 2019, 85 minutos, DCP
Direção: Bruno de Oliveira
Durante um inverno na cidade de Porto Alegre, Sofia, Fernanda e Bruno se conhecem.

O PRISIONEIRO DA GRADE DE FERRO
Brasil, 2003, 123 minutos, DCP
Direção: Paulo Sacramento
Utilizando as técnicas aprendidas em um curso de filmagem ministrado dentro do presídio, os detentos encarcerados no maior centro de detenção da América Latina documentam seu cotidiano, registrando as condições precárias nas quais sobrevivem.

RIOCORRENTE
Brasil, 2013, 79 minutos, DCP
Direção: Paulo Sacramento
Marcelo é jornalista. Carlos é um ex-ladrão de automóveis. Renata é uma mulher dividida entre dois relacionamentos tão diversos quanto seus desejos. Exu é o porvir.

O OLHO E A FACA
Brasil, 2018, 99 minutos, DCP
Direção: Paulo Sacramento
Roberto trabalha há anos em uma plataforma de petróleo, onde criou fortes vínculos de amizade. Uma inesperada promoção, no entanto, abala a estabilidade de suas relações profissionais em um momento em que também vive uma grave crise familiar.

Grande de horários

  • 12 de novembro (terça)
    19h30 – Riocorrente
  • 13 de novembro (quarta)
    18h – Riocorrente
    19h30 – Diz a Ela que me Viu Chorar + debate
  • 14 de novembro (quinta)
    18h – O Olho e a Faca
    20h – Vermelha
  • 15 de novembro (sexta)
    18h – Vermelha
    19h30 – Os Pássaros de Massachusetts + debate
  • 16 de novembro (sábado)
    18h – Seus Olhos e Seus Ossos
    20h – O Olho e a Faca
  • 17 de novembro (domingo)
    18h – O Prisioneiro da Grade de Ferro + debate
  • 20 de novembro (quarta)
    18h – Os Pássaros de Massachusetts
    20h – Riocorrente

 

 

COMENTÁRIOS