Caos harmônico da capital

Pâmela Chiorótti Becker, historiadora e fotógrafa amadora, Eldorado do Sul/RS

Este espaço traz imagens do nosso querido Mercadão. Quer participar? Envie a sua foto para redacao@jornaldomercadopoa.com.br

 

Esse clique foi capturado em um fim de tarde, naqueles dias de verão que são encerrados por uma chuva curta, porém forte. Eu e meu pai fomos fazer compras nas já clássicas peixarias do Mercado e, ao sair, a chuva apertou. Resolvemos, então, esperá-la passar, observando essa antiga construção em que milhares de vidas já devem ter se abrigado em dias como esse, durante todos esses anos.

No vai e vem de pessoas e cores, eu e meu pai nos deparamos com essa linda cena e concordamos que ela merecia um registro: as luzes da cidade refletidas pela chuva, enquanto um senhor entra pelo portão do Mercado. Fotografei rápido, assim como são os momentos nesse lugar: apressados, em uma sucessão de cheiros, sabores e emoções. Ao chegar em casa e rever a foto, um pouco dessa composição do Mercado ainda restava comigo. Publiquei.

Fotografar sempre foi um hobby que me deixa feliz nos momentos de estresse e que me aguça a sensibilidade e a empatia. Sempre fui muito observadora, então a fotografia se tornou uma extensão disso. Observar o outro e as suas diferenças, as suas diversidades, faz-me compreender um pouco mais tanto a sociedade como a eu mesma.

Tirei a foto com o meu celular mesmo. Como ainda não consegui comprar uma câmera profissional para isso, minhas fotos sempre são capturas com a câmera do celular. Possíveis retoques de tons ou relacionados são feitos no próprio Instagram, mas nunca são grandes modificações, apenas saturação, luz, contraste, etc.

Instagram: @chrtt_photography

 

COMENTÁRIOS