Camarão da safra: mais maciez e sabor

Camarão da safra: mais maciez e sabor

 

O camarão da safra da Banca Japesca, uma das mais tradicionais do Mercado, vem de São Lourenço, Pelotas e Rio Grande. “Alguma coisa também vem da Lagoa do Peixe, em Tavares”, informa Gabriel Mendo da Cunha. O produto é comprado diretamente dos pescadores, que possuem um representante em cada região. “Do período em que é pescado não demora mais de 48 horas para estar sendo exposto ao consumidor”, informa. Ele também tinha expectativa que a safra fosse bem maior este ano. Gabriel, que também é presidente da Associação dos Permissionários do Mercado, explica que o camarão da safra não se desenvolve muito, devido às características do sul. “Não é um camarão classificado por tamanho, é médio  e parelho. E por não se alimentar de ração, tem a carne mais macia e saborosa”. Gabriel recomenda muito cuidado, principalmente no acondicionamento, com uma proporção de aproximadamente 30% de gelo. “O importante é o produto estar sempre hidratado”, informa.

COMENTÁRIOS