Café do Mercado está com novo espaço

Cafeteria amplia o seu espaço e ocupa agora as lojas F, 71 e 73 do Mercado Público.

Há cerca de um mês, o Café do Mercado reabriu uma das lojas localizadas no Quadrante 2 do Mercado Público, após alugar a loja ao lado do tradicional café e passar por uma reforma de ampliação do local. O objetivo é concentrar todo o trabalho dos cafés no novo espaço e receber os clientes com mais conforto e qualidade.

“Ganhamos a licitação da loja 71 em outubro de 2016. Finalmente, em 2018, conseguimos aprovar o projeto. Já tínhamos conseguido a autorização da [Secretaria de] Cultura para retirada da parede, que não era original, e emendar as duas lojas”, conta Clóvis Althaus Jr., proprietário do Café do Mercado. Além do equipamento para microtorrefação e das mesas altas, foi criado um novo espaço de convivência mais confortável, com mesas baixas e bancos.

A nova fase da cafeteria também traz outras novidades, a começar pelo café. A loja está aprimorando o trabalho com cafés filtrados a partir de métodos como o aeropress. Além disso, está prestes a receber a máquina de café expresso mais importante do mundo, a Black Eagle, que será a primeira a chegar no Brasil.

O cardápio não fica de fora das novidades, dando ênfase às opções orgânicas. Além do café, já conta com refrigerantes, energéticos e, em breve, iogurtes naturais. De acordo com Clóvis, o retorno dos clientes está sendo positivo, sempre com elogios e sugestões. “A cafeteria é um espaço que dá essa abertura para que as pessoas possam opinar e se sentir parte do negócio. Essa relação é sempre muito bem-vinda.”

 

Fotos: Fabiane Pereira

 

COMENTÁRIOS