Biblioteca Pública do Estado

O acervo é constituído por cerca de 240 mil volumes. Entre os diversos gêneros literários, raridades do séc. XVI a XIX, como a Pharsalia, de Lucano que data 1519. Publicações e documentos que registram a história e a literatura riograndenses, enciclopédias, dicionários e obras sobre todos os setores do conhecimento humano, além de jornais, revistas e folhetos.

Foto: Bruna Cabrera/Especial Palacio Piratini

A Biblioteca Pública do Estado foi criada oficialmente em abril de 1871. Porém, só foi aberta ao público na sua sede definitiva, na Rua Riachuelo, em 1922. Seu prédio, obra dos arquitetos Afonso Hebert e Theofilo Borges de Barros, reflete o positivismo, pensamento então dominante no Estado. Em 1986, o prédio da Biblioteca foi tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado (IPHAE), e, em 2000, pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

Entre os serviços, além da leitura e pesquisa no local, os visitantes podem fazer empréstimo domiciliar, recebem orientação à pesquisa bibliográfica, levantamentos bibliográficos, reprografia, acesso à internet, vídeos e CD, programação cultural, e também visitas guiadas no interior da Biblioteca.

Os horários de funcionamento da Biblioteca Pública do Estado são: Segunda a sexta-feira, das 9h às 19h. Sábados, das 14h às 18h.

Endereço: Rua Riachuelo, 1190, Porto Alegre/RS

Mais informações: www.bibliotecapublica.rs.gov.br Fone: (51) 3224.5045 / 3225.9426

COMENTÁRIOS