Banca 40 renovando seu espaço

Banca 40 renovando seu espaço

 

A tradicional banca de sorvetes do Mercado Público está concluindo este mês sua reforma, que veio para atualizar o maquinário e trazer um novo olhar sobre o espaço.

 

A reforma, iniciada na parte interna em 2012, começou por renovar o maquinário: novos freezer e geladeira e nova distribuição da cozinha, com balcões distintos para cada tipo de preparo – evitando corte de frutas e frios no mesmo balcão, para evitar a chamada contaminação cruzada. Essas mudanças vieram para atender o PAS – Programa Alimento Seguro, no qual a Banca 40 está engajada desde o ano passado. A avaliação será feita ainda este ano. Acondicionamento de produto, indicação de peso e datas de validade e fabricação estão sempre sendo observados, como informa o gerente João Bonnel Junior. Há mais de 30 anos na Banca 40, Fiorindo Alves de Miranda, de 68 anos, vê as mudanças como uma grande melhora. “Está mais higiênico, e a higiene é o importante”, diz. A banca também conta agora com dois vestiários para funcionários na parte superior.

 

Novo visual

 

Mas o que se nota primeiro é a mudança visual da banca, especialmente na entrada. Cadeiras verdes de encosto largo nas mesas redondas, e ao fundo o balcão de atendimento remodelado, em madeira, que ganhou vitrine de salgados e está com quatro caixas, um deles expresso. Acima do balcão, sobre um fundo também verde, estão quatro telas planas, anunciando as especialidades da casa – “Banana Split”, “Revolução Farroupilha”, “Nata com morango”, “E aí, já provou sua Bomba Royal hoje?”. Contrastando com as telas de LCD, ampliações de fotos históricas da banca, coloridas e em preto e branco, estão acima das telas. Um papel de parede colorido complementa o conjunto. O logo também mudou, ganhando letras vermelhas com bordas brancas. As colunas que levam à parte dos fundos foram revestidas com madeira, combinando com o balcão. Nos fundos, próximo à escada rolante, foi posto um painel com uma vista noturna da cidade à beira do Guaíba. Os tampos de mármore branco das mesas foram substituídos por madeira com centro de vidro verde. Os pés das mesas e os bancos antigos foram mantidos. “Essa reforma veio para melhorar o atendimento, principalmente”, afirma Junior. A Banca 40, que completou 86 anos em janeiro, oferece agora aos clientes um novo olhar sobre sua própria história.

 

Foto: Letícia Garcia

COMENTÁRIOS