Balanço da 237ª Feira do Peixe

Realizada novamente no Largo Glênio Peres, registrou 650 mil pessoas durante os quatro dias de evento.

 

Balanço da 237ª Feira do Peixe - Jornal do Mercado

Do dia 11 até o dia 14 de abril, foram vendidas 407 toneladas de pescados na 237ª Feira do Peixe de Porto Alegre, um dos eventos mais antigos da cidade. A feira do Largo Glênio Peres recebeu em torno de 650 mil pessoas, vendendo aproximadamente 390 toneladas, e as da Restinga e Belém novo, 17 toneladas. A expectativa para 2017 era superar as vendas do ano passado e oferecer produtos de qualidade com preços acessíveis aos consumidores.

Este ano o espaço disponibilizado de 3,45 mil m² ocupou toda a extensão do Largo. A edição contou com 70 bancas de pescados e 5 de alimentação. O quilo da tainha foi vendido por R$ 12 e o filé de merluza a R$ 18. O pacote com 400 g de camarão foi comercializado a R$ 20, o espetinho de peixe a R$ 5 e o peixe na taquara teve custo de R$ 20 e R$ 30, variando de acordo com o tamanho. Destaque também para os tanques com carpas vivas.

As Feiras anteriores eram realizadas a partir de convênios para a montagem da estrutura, porém, este ano, a montagem foi custeada por uma parceria entre os participantes (pescadores, atacadistas, praça de alimentação). A organização ficou aos cuidados da Divisão de Fomento Agropecuário da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico.

COMENTÁRIOS