Arte para conscientizar

Arte para conscientizar

O Mercado recebe em maio a mostra “Que árvore você quer para o futuro?”, que exibe esculturas feitas de resíduos descartados irregularmente à beira da BR-448, a Rodovia do Parque. 

“Um alerta, uma chamada para a reflexão de um comportamento que tem tornado os acostamentos e espaços laterais de nossas estradas verdadeiros lixões, causando degradação, trazendo riscos e alterando a paisagem”. A mensagem trazida pela mostra artístico-educativa “Que árvore você quer para o futuro? Não faça do lixo a semente” chega ao Mercado convidando os frequentadores a pensar sobre a questão ambiental. Idealizada pela equipe de Gestão Ambiental da BR-448/STE (Serviços Técnicos de Engenharia S.A, empresa responsável), a exposição itinerante é produzida em parceria com o DNIT/RS (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) e já passou por universidades, shoppings e espaços públicos de diversas cidades, inclusive eventos como o Fórum Social Temático. A ação acontece desde 2011, época em que a rodovia ainda estava sendo construída.

 

Lixo descartado

 

A mostra procura conscientizar e sensibilizar a população sobre o descarte irregular de resíduos, especialmente aos moradores do entorno da BR. São três árvores de ferro reciclado cobertas com resíduos recolhidos no entorno da Rodovia do Parque, como pneus e sapatos. A mostra conta ainda com uma exposição de fotografias das áreas à beira da BR-448 onde o descarte irregular acontece, com informações sobre o tempo de decomposição de alguns materiais. O artista plástico responsável pelas árvores é Eduardo Nunes, com direção de arte de Mário de Almeida e concepção artística de Zé Augustho Marques. As fotos são de Andrea Weschenfelder. A mostra estreve no térreo do Mercado, próximo à escada rolante, de 12 a 17 de maio. 

Foto: Letícia Garcia

COMENTÁRIOS