A restauração continua

A restauração continua

 

Depois da troca das telhas queimadas pelo incêndio, a restauração segue em nova etapa. Enquanto isso, documentos são reunidos pela prefeitura para encaminhar o seguro do prédio.

 

Após a substituição de telhas com o guindaste, que bloqueou por algumas semanas as ruas do entorno do Mercado, o trabalho agora é na estrutura metálica, que está sendo recolocada. Toda essa estrutura já foi fixada e agora aspectos pontuais estão sendo trabalhados. A previsão de conclusão desta etapa é final de outubro. Quanto à parte interna, o trabalho se encaminha para o sistema de escoamento de esgoto, a partir de projetos hidrossanitários entregues pelos mercadeiros do segundo piso. A rede de esgoto será interna às paredes, e após será feito o contrapiso.

 

Foto: Thaís Marini Maciel 

Seguro

A questão do seguro de R$ 16 milhões do prédio histórico está sendo encaminhada. O coordenador de próprios da SMIC, Antonio Lorenzi, informa que a prefeitura está levantando documentos para entregar à seguradora. “Primeiro houve uma demora na definição sobre se manteríamos a mesma telha de cobertura da parte queimada. Decidiu- se por um novo modelo, e agora a Metasa (responsável pela restauração do telhado) precisa orçar esta parte e nos apresentar este orçamento”, diz, informando que a empresa está com dificuldades de conseguir fornecedores deste tipo de telha. Além do telhado, estão sendo reunidos orçamentos dos brises e da pintura externa, para que a seguradora possa dar andamento ao seguro.

COMENTÁRIOS