A febre do sushi e do temaki no Mercado

A febre do sushi e do temaki  no Mercado

 

A grande moda agora no Mercado é a gastronomia japonesa. O boom do sushi começou com o Empório Jaspesca, que se expandiu para Temakeria Japesca e explodiu com a chegada do SushiSeninha. Mas não se pode esquecer o pioneiro Sayuri, este um restaurante com pratos frios e quentes, enquanto as outras duas casas atuam com o um padrão fast food. Com atendimento rápido e preços acessíveis, as casas atraem um grande público diariamente, atrás de uma comida leve, saudável, compatível com o paladar tropical brasileiro, fazendo hoje do Mercado um pólo e referência de comida japonesa compeixarias, lojas, produtos e cursos.

 

SushiSeninha em alta     

 

     Em pouquíssimo tempo o SushiSeninha se firmou com um dos mais procurados e balados espaços, provando que tem lugar para todos. Com a sua chegada, aumentou ainda mais um novo público no Mercado, mostrando que as maravilhas orientais estão cada vez mais populares.

     “Esta tendência não tem volta, só aumenta o consumo”, diz o proprietário e sushiman Rodrigo Farias de Oliveira. Lembrando que o Mercado tem mais opções de sushi, atribui o sucesso ao grande número de pessoas que passam pelo local e a busca por uma comida mais saudável. E a tradição do Mercado em vender peixe fresco, o que atrai as pessoas. Avalia que a experiência foi melhor do que esperava. “Encontramos um público no centro carente, que a cada dia está refinando o paladar”, diz.

 

 

Sabor e curiosidade

 

     O constante movimento nas lojas, para ele, desperta curiosidade nas pessoas. “Elas olham os outros, ficam curiosas e querem provar também. Semanalmente vem gente que nunca provou. Aproveitam as compras para conhecer”. E, claro, ficam fãs dos sushis fresquinhos e outras delícias que exigem uma cuidadosa manipulação. “É maravilhosa a perspectiva de crescimento”, diz.

 

 

Diversidade e qualidade

 

     Trabalhando pratos frios, a casa tem planos de incluir os quentes no futuro. No momento são três: Hot Filadélfia, Cheddar e Mont Fuji. No geral são 30 tipos de temakis, quatro tipos de combinados e mais de 15 especialidades. Perfeitas para serem harmonizadas com espumantes, vinhos brancos, cervejas pilsen ou com o tradicional sakê. Por isto, Rodrigo aposta na  qualidade do produto, variedade e atendimento. Destaca a equipe, incluindo nutricionista e normas sanitárias rigorosas para controle de temperatura dos peixes, produto delicado e altamente perecível.

 

 

Temakeria Japesca

 

     Tudo foi uma questão de oportunidade, diz Roberto Mendo da Cunha, gerente da Temakeria. O antigo espaço de manipulação de peixe da Japesca se transformou no Empório Japesca, comercializando produtos para fazer comida oriental, desde a alga, arroz, molho de ostra, molho de peixe, tamarindo, etc. A idéia do Empório foi detectada devido a enorme procura dos clientes da peixaria por orientação sobre como fazer os peixes, busca por temperos, arroz, algas, etc. Pronto: estava aberto o Empório Japesca.

Em pouco tempo o Empório se revelou um sucesso, principalmente quando começou a produzir, “de brincadeira”, uma média de 10 temakis por dia. A procura foi grande e logo o local se revelou pequeno demais. “Acabou estourando uma febre”, diz Roberto. A solução encontrada foi partir para a Temakeria, que passou a ocupar a antiga peixaria Marpesca. Explica o empresário: “O objetivo era vender o peixe e promover os nossos produtos. O temaki se originou, com um tamanho fora do padrão e caiu no gosto, se tornando uma referência em Porto Alegre.” Ressalta a qualidade do peixe do Mercado, sempre fresco – um suporte importante para manter a qualidade.

 

 

O boom do sushi

 

     Os preços, acessíveis para qualquer classe econômica também contribuíram muito para a popularização do produto, criando um boom de comida japonesa no Mercado. Além, claro da saudabilidade dos pratos, leves, à base de peixes e legumes. “Mantemos temakys tradicionais, não inventamos muito. Peixe cru é o nosso foco. E o Filadélfia é o nosso carro-chefe, além do Skin e o de salmão grelhado com molho Tarê que é muito famoso”. A casa também tem muitas outras atrações, como o hot americana Filadélfia ou o Califórnia, mais ao estilo tropical com frutas, pepino e manga. Para acompanhar este e as muitas outra atrações da casa, cervejas polonesas, suco de uva japonês e saquê, claro. Para os interessados, a Temakeria também ministra mensalmente cursos de culinária japonesa.

COMENTÁRIOS