7º Concurso Brasileiro de Cervejas: 3.115 cervejas inscritas

D24

 

São 3.115 rótulos inscritos, de 505 cervejarias, quase 10% a mais em relação ao ano passado, com inscrições vindas de 20 estados brasileiros. Neste ano, alguns pela primeira vez no CBC: Paraíba, Sergipe e Tocantins. A cervejaria com maior quantidade de rótulos inscritos foi de 70 rótulos, sendo que 75 cervejarias se inscreveram com apenas um rótulo. Santa Catarina é o estado com o maior número de cervejas participantes, com 672 inscrições. Rio Grande do Sul fica em 2º lugar (647), seguido por São Paulo (606).

A Categoria Comercial contabilizou 2.798 inscrições. Já na Categoria Experimental, ou seja, aquelas que ainda não são comercializadas pela cervejaria, foram 317 cervejas inscritas. Nessa edição, todas as cervejas que receberem medalha de ouro concorrerão ao The Best of Show — ou “A Melhor da Amostra”, prêmio extra outorgado exclusivamente por juízes estrangeiros.

Os estilos com maior número de inscrições, American-Style India Pale Ale (AIPA — 217 inscritas), American-Style Pale Ale (APA — 129 inscritas) e South German-Style Hefeweizen (Weizen ou Weiss — 117 inscritas), são os mesmos três estilos com maior número de entradas no Concurso Brasileiro de Cervejas de 2018. Destaque para o 4º lugar, o estilo brasileiro Catharina Sour, com 105 cervejas inscritas. Fechando o Top 5 vem a Session IPA, com 86 inscrições. As cervejas maturadas em madeira também terão grande participação no concurso, indicando uma tendência de mercado.

Para degustar, analisar e avaliar as 3.115 amostras, o CBC convidou 120 avaliadores, além deste Burgomestre, um aumento de 41% em relação ao ano passado, quando tivemos 86 juízes. Nesta sétima edição, seremos 62 jurados brasileiros e 59 estrangeiros, de 25 países, para compor as mesas do júri, a saber: África do Sul, Alemanha, Argentina, Austrália, Áustria, Bélgica, Canadá, Chile, China, Colômbia, Dinamarca, Espanha, Estados Unidos, França, Grécia, Holanda, Itália, Japão, México, Peru, Polônia, Reino Unido, República Tcheca e Suécia. Do total de jurados, 40 são mulheres e 81 são homens.

Apesar da crise econômica dos últimos anos, 2018 foi importante para o mercado cervejeiro e a quebra de recordes do 7º Concurso Brasileiro de Cervejas é reflexo disso. Segundo o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), chegamos a 889 cervejarias registradas, sendo 186 só no Rio Grande do Sul.

Ganhar uma medalha pode significar uma exposição que traz retorno de mídia e, consequentemente, financeiro. Mas as cervejarias têm também a oportunidade de ter em mãos a avaliação de qualificados profissionais de todo o mundo, pois as fichas do concurso são enviadas para os cervejeiros.

Se estiver no Vale do Itajaí, SC, não perca a programação do Festival Brasileiro da Cerveja de 12 a 17 de março de 2019. Lá, você poderá degustar várias cervejas premiadas e lançamentos!

COMENTÁRIOS