12ª edição da Mostra Cinema e Direitos Humanos acontece em Porto Alegre

A Cinemateca Capitólio está recebendo a programação da 12ª Mostra Cinema e Direitos Humanos até o dia 14 de dezembro. Além da capital gaúcha, a mostra passa por 26 capitais brasileiras  e no Distrito Federal, com sessões totalmente gratuitas. Ao todo, serão exibidos 40 filmes, divididos em 4 mostras: Temática, Panorama, Mostrinha, dedicada ao público infanto-juvenil, e Homenagem, que celebra a carreira do ator e diretor Milton Gonçalves. Diretos Humanos são o tema central da edição, e serão levados as telas diversos assuntos relacionados, como de população negra, população indígena, população LGBT, imigrantes, direito das pessoas com deficiência, direito da criança, direito dos idosos, direito da mulher, direito à saúde, direito à educação, diversidade religiosa e meio ambiente.

 

Confira abaixo a programação de Porto Alegre

06/12/2018 – Quinta-feira

9h30 

À Espera – 22 minutos – Direito a criança e adolescente e Questão de Gênero – Moçambique

Em Moçambique, 39% de meninas se casam antes dos 15 anos com homens mais

velhos que elas, fazendo com que o país se encontra em 10 lugar entre os países mais afetados pelos casamentos prematuros, negando seus direitos como o da Educação e de serem o que elas quiserem.

 

Chega de Fiu Fiu – 1h13 – Questão de Gênero – Brasil

O retrato do dia a dia de três mulheres com vidas distintas, mostrando como a

violência de gênero é constantemente praticada no espaço público urbano. Dessa

forma, as diretoras Amanda Kamanchek Lemos e Fernanda Frazão procuraram

especialistas para discutir sobre o assunto, buscando encontrar respostas e

alternativas para a uma questão fundamental: Será que as cidades foram feitas para as mulheres?

Tempo: 1h35

Classificação: 14 anos

Closed Caption

 

10/12/2018 – Segunda-Feira

9h30 

Uma Bala – 2 minutos – Defesa aos Defensores de Direitos Humanos – Brasil

Marielle Franco foi assassinada em 14 de março de 2018. Quem matou Marielle? Quem mandou matar Marielle? O crime permanece sem solução! “Uma bala. Uma bala realmente abala. Abala, mas não cala. Quem batalha por igualdade!”

 

Nomes que Importam – 15 minutos – População LGBT – Brasil

Filme que aborda a importância dos nomes sociais das pessoas trans.

O curta-metragem nomes que importam revela as histórias que permeiam as escolhas dos nomes das travestis e transexuais que participam do filme. Por meio de depoimentos, o documentário aciona memórias afetivas.

 

Repense o Elogio – 48 minutos – Questão de Gênero – Brasil

Repense o Elogio é um documentário que propõe a reflexão sobre a maneira como as crianças são elogiadas. Enquanto meninas são lindas, princesas e delicadas, meninos são fortes, inteligentes e corajosos. Até que ponto estes adjetivos aprisionam o verdadeiro ser de cada um? Este é um filme que reflete sobre o poder das palavras e da cultura, que trouxeram este desequilíbrio tão profundo na forma que elogiamos meninas e meninos.

Tempo: 1h05

Classificação: Livre

Closed Caption / Libras ao Vivo

 

11/12/2018 – Terça-Feira

9h30

Outro Olhar – 34 minutos – Direitos a pessoa com deficiência – Brasil

A história da estudante gaúcha Renata Basso, que tem síndrome de Down e acaba de concluir o ensino médio, é o fio condutor de um retrato impressionante sobre a educação inclusiva no Brasil. Por meio de entrevistas com professores, colegas de classe, familiares e a própria Renata, o filme mostra que o esforço coletivo torna possível oferecer uma aprendizagem de qualidade a estudantes especiais.

 

Monocultura da Fé – 23 minutos – População Indígena – Brasil

Como no resto do país, também entre os Guarani Kaiowá a igreja evangélica vêm ganhando espaço. O mini-documentário percorre aldeias do Mato Grosso do Sul para mostrar denúncias das cada vez mais frequentes violências cometidas por grupos evangélicos contra a população indígena.

 

Waapa – 20 minutos – População Indígena – Brasil

O documentário propõe um mergulho inédito na infância Yudja (Parque Indígena do Xingu/MT) e os cuidados que acompanham seu crescimento. O brincar, a vida comunitária e as influências de uma relação espiritual com a natureza.

 

14h – EMEF Escola de Surdos Bilíngüe Salomão Watnick

Príncipe da Encantaria – 11 minutos

As margens do Rio Negro a imaginação de Aninha cria asas enquanto Vó Esmeralda conta-lhe a estória de Benito, o boto cor de rosa.

 

A Natureza Agradece – 14 minutos

Bernardo vive em um pequeno rancho cheio de diversidade ambiental, um dia uma fábrica aparece colocando em risco toda a natureza.

 

A Câmera do João – 22 minutos

Uma faixa de luz passa por uma pequena perfuração, e se faz imagem. João descobriu que fotografias são heranças.

Tempo: 47 minutos

Classificação: Livre

Closed Caption / Libras

 

15h30 – EMEF Escola de Surdos Bilíngüe Salomão Watnick

Louise – 5 minutos

Durante brincadeira de futebol de rua entre quatro garotos a bola é chutada para longe e cai próximo a Louise e Bia. Juca corre para pegar a bola, percebe a habilidade das duas garotas para o futebol e as convida para brincar. Iago não aceita a participação delas mas Louise não quer ficar fora do jogo.

 

A Bicicleta do Vovô – 22 minutos – Brasil

A Bicicleta do Vovô é um curta metragem para crianças e adultos que aborda a relação entre avô e neto. Em um lugar muito distante, O Reino do Sertão Pelejado, homensmorcegos capturam lendas através de televisores. Surgem, então, o Super Tigre e o Mestre Conselheiro para salvar o nosso planeta das forças malignas da Feiticeira Mabá. É contando essas histórias que vô Rui transforma a infância do neto Cauê em um universo de aventuras e fantasias, re-significando símbolos através de um olhar mais lúdico sobre as coisas da vida.

Tempo: 27 minutos

Classificação: Livre

Closed Caption / Libras

 

13/12/2018 – Quinta-Feira

9h30 

Príncipe da Encantaria – 11 minutos

As margens do Rio Negro a imaginação de Aninha cria asas enquanto Vó Esmeralda conta-lhe a estória de Benito, o boto cor de rosa.

 

A Natureza Agradece – 14 minutos

Bernardo vive em um pequeno rancho cheio de diversidade ambiental, um dia uma fábrica aparece colocando em risco toda a natureza.

 

A Câmera do João – 22 minutos

Uma faixa de luz passa por uma pequena perfuração, e se faz imagem. João descobriu que fotografias são heranças.

Tempo: 47 minutos

Classificação: Livre

Closed Caption / Libras

 

11h00

Louise – 5 minutos

Durante brincadeira de futebol de rua entre quatro garotos a bola é chutada para longe e cai próximo a Louise e Bia. Juca corre para pegar a bola, percebe a habilidade das duas garotas para o futebol e as convida para brincar. Iago não aceita a participação delas mas Louise não quer ficar fora do jogo.

 

A Bicicleta do Vovô -22 minutos – Brasil

A Bicicleta do Vovô é um curta metragem para crianças e adultos que aborda a relação entre avô e neto. Em um lugar muito distante, O Reino do Sertão Pelejado, homensmorcegos capturam lendas através de televisores. Surgem, então, o Super Tigre e o Mestre Conselheiro para salvar o nosso planeta das forças malignas da Feiticeira Mabá. É contando essas histórias que vô Rui transforma a infância do neto Cauê em um universo de aventuras e fantasias, re-significando símbolos através de um olhar mais lúdico sobre as coisas da vida.

Tempo: 27 minutos

Classificação: Livre

Closed Caption / Libras

 

19h 

Lúcio Flávio, O Passageiro da Agonia – 1h58

Enfoca as ligações entre ladrões e policiais. Lúcio Flávio é um bandido famoso que empreende fugas e ações espetaculares. Seu bando é trazido por um detetive que acobertava suas ações, que acaba sendo denunciado por Lúcio numa reunião com a imprensa. É oferecido um passaporte para fugir do país e não denunciar o policial; entretanto ao saber que seu irmão foi morto, ele recusa. Ao voltar para sua cela, é executado à facadas.

Tempo: 1h58

Classificação: 16 anos

Closed Caption

 

14/12/2018 – Sexta-Feira

9h30 

O Começo da Vida – 1h47 – Direito da Criança – Brasil

Um dos maiores avanços da neurociência é ter descoberto que os bebês são muito mais do que uma carga genética. O desenvolvimento de todos os seres humanos encontra-se na combinação da genética com a qualidade das relações que desenvolvemos e do ambiente em que estamos inseridos.

O Começo da Vida convida todo mundo a refletir como parte da sociedade: estamos cuidando bem dos primeiros anos de vida, que definem tanto o presente quanto o futuro da humanidade?

Tempo: 1h47

Classificação: Livre

Closed Caption

 

14h30 

Sociedade Etiquetada – 5 minutos – Direitos Humanos

Fernando, um homem gay, vive em uma sociedade que os rótulos sociais, que são dados a nos por outras pessoas, são vistos a olho nu, e ele tem que suportar o dia a dia dentro dessa sociedade cada dia mais cansado.

 

Tente Entender o Que Eu Tento Dizer – 1h25 – Direito a Saúde

Tente Entender é um documentário sobre a força do coletivo e da militância na transformação das pessoas e de uma realidade marcada pelas barreiras impostas pelo HIV. Um contraponto à desinformação, o filme mostra que a vida é rica em possibilidades ao acompanhar a vida de 6 personagens soropositivos das mais variadas classes sociais, profissões, orientações sexuais e religiosas em seu cotidiano.

Tempo: 1h30

Classificação: 12 anos

Closed Caption

 

16h30 

Palestra / Oficina sobre Direitos Humanos destinado a Professores e Graduandos com apresentação do seguinte programa:

 

Narrativas de Um Crime – 15 minutos – Combate à Violência e LGBT

Constantin, um investigador da Polícia Civil e aspirante a escritor, está em busca de uma boa história. Paulo, um Policial Militar, acaba de voltar de um período de suspensão da corporação em que trabalha. Os diferentes pontos de vista de Constantin e Paulo colidem quando eles se cruzam numa cena de um crime: uma jovem drag queen foi brutalmente assassinada. O conflito entre eles desconstrói preconceitos e flerta com a tragédia, revelando uma dura realidade repleta de ironias, lágrimas e sangue.

 

Um Café e Quatro Segundos – 15 minutos – Memória e Verdade – Brasil

Dois torturadores se encontram para tomar um café depois de mais de trinta anos sem se verem, para acertarem contas daquela época.

 

Lacerda – O Corvo da Guanabara – 19 minutos – Memória e Verdade – Brasil

O filme reconstitui a trajetória de Carlos Lacerda, ex-governador da Guanabara e líder radical da UDN em formato cine-jornal, visando iluminar sua participação direta em conspirações e tentativas de golpe em momentos chave da história do Brasil.

Tempo: 49 minutos

Classificação: 16 anos

Closed Caption

 

19h 

Rainha Diaba – 1h50

Lapa, Rio de Janeiro. Diaba (Mílton Gonçalves), um homossexual, comanda de um dos quartos de um bordel uma quadrilha responsável pelo controle de vários “pontos” de venda de droga. Sabendo que um dos seus homens de confiança está para ser preso, Diaba “fabrica” um novo marginal, para depois entregá-lo a polícia. Ela encarrega Catitu (Nélson Xavier), seu homem de confiança, de fazer isto. Catitu decide que o alvo.

Tempo: 1h50

Classificação: 18 anos

Closed Caption

 

 

 

COMENTÁRIOS